Desfazendo participação

Advent acumulou R$ 1,57 bilhão com venda de participação em Dufry, Kroton e IMC

A maior transação foi a venda de 13,1% de participação na Dufry, que resultou em R$ 971,5 milhões na quarta-feira

SÃO PAULO – A venda de paticipação nas empresas Dufry (DAGB11), Kroton (KROT3) e IMC (IMCH3) rendeu à Advent R$ 1,57 bilhão. O fundo norte-americano ainda possui 10,2% do capital da Kroton e 39,9% da IMC, além de ser acionista minoritário na Cetip (CTIP3).

A maior transação foi a venda de 13,1% de participação na Dufry, que resultou em R$ 971,5 milhões na quarta-feira. A venda foi feita a um preço 4,3% menor do fechamento do pregão anterior da ação na bolsa da Suíça, no valor de 114 francos suíços – por conta disso, a transação não teve impacto no volume financeiro do BDR (Brazilian Depositary Receipt) da companhia na Bovespa.

No caso das ações da Kroton, o fundo vendeu 7,4% da participação a R$ 43,25 por papel, gerando R$ 436,5 milhões. O preço de venda foi 5% menor do que foi visto no fechamento anterior. Já da IMC, foi vendido 8,3% do capital, o que resultou em R$ 175 milhões, valor 1,9% menor do que o preço das ações do pregão anterior.

PUBLICIDADE

Forte volume e queda
Essa forte alienação de participação do Advent fez com que essas empresas apresentassem um volume bastante acima da média nos pregões em que ocorreu a venda. No caso da Kroton, a ação ordinária da companhia teve volume financeiro de R$ 505,59 milhões na segunda-feira (14), enquanto a média diária vista pelos papéis nos últimos 21 pregões era de R$ 31,7 milhões. 
Já na terça-feira (15), os papéis da IMC tiveram um giro financeiro de R$ 191,92 milhões, contra média de R$ 8,6 milhões.

Por conta da forte pressão vendedora, o preço dessas ações sofreu forte queda nos respectivos pregões. Na segunda-feira, os ativos KROT3 fecharam a sessão em queda de 5,51%, a R$ 43,08. No dia seguinte, as ações da IMC recuaram 2,67%, a R$ 24,80. Vale mencionar que o Ibovespa registrou alta de 0,95% na segunda e queda de 0,57% na terça.