Em mercados / acoes-e-indices

Ações da brasileira Afya estreiam na Nasdaq com alta de 20%; IPO arrecada R$ 1,1 bilhão

A Afya quer usar os recursos para comprar escolas, entrar em novos mercados e desenvolver produtos, segundo o prospecto da oferta. Além de programas tradicionais de graduação, a Afya oferece educação médica continuada por meio de canais digitais e físicos

Afya
(Divulgação/Nasdaq)

SÃO PAULO - A Afya - maior grupo de educação médica do Brasil - precificou na última quinta-feira sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) em US$ 19 por papel na Nasdaq. O valor ficou US$ 1 acima do topo da faixa estimada entre US$ 16 e US$ 18 por conta da forte demanda de investidores.

Em sua estreia na bolsa americana, as ações sobem cerca de 20,84%, a US$ 22,90. 

A empresa e seus acionistas, dentre eles o fundo Crescera (ex-Bozano), levantaram cerca de US$ 300 milhões - ou R$ 1,1 bilhão - na operação. 

A Afya quer usar os recursos para comprar escolas, entrar em novos mercados e desenvolver produtos, segundo o prospecto da oferta. Além de programas tradicionais de graduação, a Afya oferece educação médica continuada por meio de canais digitais e físicos.

O grupo conta com 25 mil alunos, sendo 5,7 mil deles matriculados em cursos de medicina. O projeto foi idealizado por Paulo Guedes, atualmente ministro da Economia, na época em que era do Bozano. 

Quer investir com corretagem ZERO na Bolsa? Clique aqui e abra agora sua conta na Clear!

 

 

Contato