Em mercados / acoes-e-indices

Ibovespa sobe após aceno de governo ao Centrão e alta do diesel e fecha semana com alta de 1,8%

Mercado fecha no azul após boas notícias no front político; dólar tem leve queda

ações índices gráfico alta bolsa mercado
(Shutterstock)

SÃO PAULO - O Ibovespa fechou em alta nesta quinta-feira (18) e isso salvou a semana do mercado, que estava quase no zero a zero depois da queda de ontem, motivada pelo adiamento da votação da Reforma da Previdência na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania). Na Semana Santa, a Bolsa subiu 1,83%.

Hoje, o mercado deixou de lado quaisquer preocupações de entrar no feriado comprado e repercutiu com entusiasmo a notícia de que o governo está disposto a ceder ministérios a partidos que fechem questão pela Reforma da Previdência. O blog Radar da revista Veja diz que a pasta dos Transportes iria para o PR, da Ciência e Tecnologia para o PSD e o Desenvolvimento Regional para o PP. Resta saber se Bolsonaro vai topar esse jogo.

Nesta quinta, o principal índice da B3 teve alta de 1,39% a 95.578 pontos com volume negociado de R$ 15,124 bilhões. O dólar comercial fechou em queda de 0,11% a R$ 3,9288 na compra e a R$ 3,9298 na venda. Já o contrato futuro do dólar para maio tem leve baixa de 0,14% a R$ 3,933. 

Mais cedo, o índice já subia após a Petrobras confirmar o reajuste nos preços do diesel, o que reduz o temor que o mercado tinha de que o governo do presidente Jair Bolsonaro fosse dar uma guinada intervencionista. 

Também anima os investidores a notícia da Broadcast de que o ministro da Economia, Paulo Guedes, pediu à sua equipe que estude mudanças na tributação de combustíveis para conter a alta do diesel. Esse assunto já havia começado a ser discutido pela equipe anterior - depois da paralisação dos caminhoneiros no ano passado - e o ministro considera que, como o peso dos impostos representa 46% no valor do diesel, a saída precisa passar pelo campo tributário.

De qualquer modo, ficou para a terça que vem (23) a votação da Reforma da Previdência da (CCJ) Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania após o Centrão ameaçar derrubar o texto se alguns pontos polêmicos não forem retirados.

De olho nessas indicações, a sessão foi de queda para os principais contratos de juros futuros. O contrato com vencimento em janeiro de 2021 registrou baixa de 9 pontos-base, a 7,03%, enquanto o de vencimento em 2023 teve uma queda da mesma magnitude, a 8,22%.

Noticiário corporativo

A Petrobras (PETR3; PETR4) confirmou ontem o aumento no preço do diesel, que será de R$ 0,10 por litro, o que implica numa variação mínima de 4,518% e máxima de 5,147%, nos seus 35 pontos de venda no Brasil. O aumento passa a vigorar a partir de hoje e é uma importante sinalização da direção da companhia em relação à sua independência na determinação do preço final dos combustíveis aos consumidores.

Sobre a possibilidade de novos movimentos grevistas por parte de caminhoneiros, Castello Branco comentou que não existe possibilidade de eliminação deste risco, que “sempre existe”.

Quer investir nas maiores empresas do Brasil? Clique aqui e abra sua conta na XP Investimentos — é de graça!

O presidente da Eletrobras (ELET6), Wilson Ferreira Júnior, afirmou ontem que a Eletrobras está aprofundando os seus estudos para definir se vai partir para uma capitalização ou venda da companhia, com uma definição podendo ocorrer até o meio do ano. 

O jornal Valor Econômico destaca que a Gol (GOLL4) e a Latam, juntas, podem perder cerca de R$ 378 milhões caso a Avianca tenha que encerrar suas atividades antes do leilão de venda de seus ativos. Em recuperação judicial, a Avianca está com seu passivo aumentando rapidamente, somando cerca de R$ 2,4 bilhões. Segundo a publicação, citando uma fonte a par do assunto, a Avianca tem 60% de chances de entrar em colapso antes do leilão, previsto para o dia 7 de maio.

As maiores altas, dentre as ações que compõem o Índice Bovespa, foram:

 Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1
 GOLL4 GOL PN N2 23,80 +8,58 -5,18 112,39M
 MGLU3 MAGAZ LUIZA ON ED 170,80 +6,87 -5,15 229,36M
 CVCB3 CVC BRASIL ON 52,32 +5,91 -14,48 196,19M
 LREN3 LOJAS RENNERON 43,02 +5,21 +1,68 179,91M
 BTOW3 B2W DIGITAL ON 37,90 +4,47 -9,80 108,04M

As maiores baixas, dentre os papéis que compõem o Índice Bovespa, foram:

 Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1
 CIEL3 CIELO ON 8,25 -7,30 -4,47 294,97M
 JBSS3 JBS ON 18,24 -4,50 +57,38 279,65M
 MRFG3 MARFRIG ON 6,93 -2,53 +26,92 23,27M
 BRFS3 BRF SA ON 27,61 -2,20 +25,90 452,29M
 BBSE3 BBSEGURIDADEON 27,30 -1,94 +1,34 130,50M

As ações mais negociadas, dentre as que compõem o índice Bovespa, foram :

 Código Ativo Cot R$ Var % Vol1 Vol 30d1 Neg 
 PETR4 PETROBRAS PN N2 27,62 +3,25 2,63B 2,16B 71.809 
 BBAS3 BRASIL ON 48,85 +3,50 798,34M 631,26M 39.360 
 ITUB4 ITAUUNIBANCOPN 32,83 +1,36 571,25M 730,00M 33.076 
 VALE3 VALE ON 52,58 +0,63 560,81M 1,01B 21.392 
 B3SA3 B3 ON 31,95 +2,73 501,46M 293,23M 18.423 
 PETR3 PETROBRAS ON N2 30,76 +1,92 483,50M 380,89M 15.772 
 BBDC4 BRADESCO PN 34,75 +1,37 474,98M 562,08M 30.510 
 BRFS3 BRF SA ON 27,61 -2,20 452,29M 200,06M 42.763 
 NATU3 NATURA ON 46,00 +0,88 373,91M 116,89M 11.297 
 ABEV3 AMBEV S/A ON 17,08 +0,18 365,52M 363,12M 41.509 

* - Lote de mil ações
1 - Em reais (K - Mil | M - Milhão | B - Bilhão)
IBOVESPA

Bolsas mundiais

Nos EUA, as bolsas tiveram alta com os investidores digerindo os lucros empresariais na temporada de balanços. De acordo com a CFRA, os resultados do primeiro trimestre melhoraram mais do que se esperava. Entre os indicadores, as vendas no varejo subiram 1,6% em março, ante expectativas de crescimento de 1% após queda de 0,2% em fevereiro.  

As bolsas da Ásia registraram movimento de correção, caindo após acumularem forte alta nos últimos dias refletindo dados econômicos chineses acima do esperado. Entretanto, os dados da balança comercial norte-americana publicados ontem após o fechamento dos mercados asiáticos mostraram que as importações vindas da China despencaram em fevereiro, reduzindo o déficit comercial dos EUA a seu menor patamar em oito meses.

Na Europa, as bolsas fecharam entre perdas e ganhos em queda diante da preocupação de analistas com a safra de resultados de bancos europeus nas próximas duas semanas. 

O índice de gerente de compras (PMI) industrial e de serviços preliminar da zona do euro recuou a 51,3 em abril ante 51,6 de março, no menor patamar em três meses, enquanto o mercado esperava estabilidade, puxado negativamente por serviços. Enquanto isso, na Alemanha o PMI composto subiu de 51,4 em março para 52,1 em abril. No Reino Unido, as vendas no varejo apontaram para uma alta de 1,1% em março ante fevereiro, resultado acima do esperado.

 

Contato