Em mercados / acoes-e-indices

Como as vitórias na Liga dos Campeões renderam mais de US$ 40 milhões na bolsa para Manchester United e Ajax

Os dois times tinham poucas chances de classificação, mas conseguiram vitórias heroicas contra Real Madrid e PSG para garantirem uma vaga na próxima fase

Manchester United
(Facebook)

SÃO PAULO - Não foram só os torcedores do Ajax, da Holanda, e do Manchester United, da Inglaterra, que comemoraram as classificações dos times na Liga dos Campeões da Europa, os acionistas também puderam ganhar com os triunfos.

Ainda inédito no Brasil, na Europa alguns dos principais times de futebol possuem ações na bolsa de valores. Na quarta-feira (6), os papéis do Ajax dispararam 9,45%, para 16,55 euros, renovando sua máxima em cinco anos, após o clube holandês eliminar o Real Madrid da competição em uma goleada histórica de 4 a 1.

A diferença entre os elencos já colocava os espanhóis como favoritos para a classificação, mas além disso, a vitória conquistada na Holanda por 2 a 1 deixava as chances do Ajax ainda menores. Mas isso não intimidou os holandeses, que passaram para as quartas de final. Com a alta das ações, o time ganhou cerca de 22 milhões de euros (aproximadamente US$ 24,7 milhões) de valor de mercado na bolsa.

Cenário parecido acontece com o Manchester United nesta quinta-feira (7). O clube inglês foi derrotado em casa para o Paris Saint-Germain por 2 a 0 e tinha poucas chances de classificação jogando na França.

Porém, o que parecia impossível aconteceu, e com uma vitória por 3 a 1, com direito a uma gol polêmico de pênalti no fim do jogo, os ingleses garantiram a vaga para a próxima fase.

Com o triunfo, as ações do Manchester negociadas em Nova York chegaram a disparar 6,14% na máxima do dia, a US$ 20,91, o que equivale a um ganho de US$ 49,04 milhões de valor de mercado. Os papéis chegaram a amenizar a alta e durante a tarde tinham ganhos de cerca de 2,50%, ou US$ 20,27 milhões de valor de mercado.

Os perdedores também sofreram na bolsa. O Borussia Dortmund, da Alemanha, tinha poucas chances de se classificar após perder por 3 a 0 para o Tottenham em casa na primeira partida. E acabou levando uma nova derrota, desta vez por 1 a 0, o que fez suas ações desabarem 7,50% na bolsa de Frankfurt, uma perda de 54,28 milhões de euros em valor de mercado.

Vale ressaltar que clubes de futebol têm pouca liquidez na bolsa e por isso estão mais propensos a estes movimentos bruscos, além de serem um mercado mais complexo de precificação por envolverem muitos pontos diferentes, indo desde a conquista de títulos até a contratação de jogadores e assuntos pessoais de seus craques.

Quer investir melhor o seu dinheiro? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos

 

Tudo sobre:  Ações   Futebol  

Contato