Em mercados / acoes-e-indices

Black Friday das commodities e as ações para ficar de olho na última semana do mês

Vale retorna para a média móvel de 200 dias, Usiminas rumo ao fechamento do gap do primeiro turno da eleição e Gerdau volta para o fundo dos últimos meses

SÃO PAULO - Em uma sexta-feira (23) para esquecer para o setor de commodities, ações como da Vale (VALE3), Usiminas (USIM5) e CSN (CSNA3) chegaram recuar mais de 6% no pior momento do dia e assim retornando para importantes suportes de curto/longo prazo, fato que deve ser acompanhado de perto pelo investidor na semana que vem, pois movimentos bruscos como de hoje merecem ao menos um repique para dar um alívio aos indicadores técnicos sobrevendidos.

Falando especificamente sobre a mineradora, a perda de R$ 53,07 resultou em um pivô de baixa de curtíssimo prazo e tem como alvo justamente a faixa de R$ 50,00, por onde passa nada mais do que a média móvel de 200 dias -- referência de suporte de longo prazo. Enquanto isso, a ação da Usiminas está prestes de fechar o gap em R$ 8,50, voltando para os níveis do primeiro turno da eleição deste ano.

Com toda essa queda e imaginando uma reação por conta destes importantes suportes, as ações do setor de commodities entraram no ritmo da Black Friday e podem oferecer boas entradas na semana que vem, ainda mais se houver uma abertura com gap de alta na segunda-feira (26).

Além das ações ligadas as commodities, vale ficar de olho na compra de outras três ações: Embraer (EMBR3) -- retorno para as médias de 21 e 72 dias --, Banco Inter (BIDI4) -- teste do último topo rompido + média móvel de 72 dias -- e Localiza (RENT3) -- retorno para o principal suporte de curtíssimo prazo em meio sua forte tendência de alta.

Aproveite a queda da Bolsa para comprar: abra sua conta na Clear com taxa ZERO de corretagem!

 

Contato