Em mercados / acoes-e-indices

Via Varejo cai mais de 9%; Bradespar salta 19% e Petrobras tem ganhos de quase 10% em setembro após acordos

Confira os destaques da B3 na sessão desta sexta-feira (28)

Revista InfoMoney | Ed. 53 - Após o pico, o vale
(Divulgação)

SÃO PAULO - Com a expressiva queda desta sexta-feira (28), a semana foi levemente negativa para o Ibovespa com o mercado repercutindo o noticiário eleitoral, mas também atento ao cenário externo com as sinalizações do Federal Reserve para a economia americana e com os receios na Itália após a definição do orçamento no país com um déficit acima do esperado. 

Entre as ações de destaque do Ibovespa, a Petrobras (PETR3;PETR4) registrou uma das maiores altas da semana, com o mercado atento ao radar político, mas também comemorando acordo fechado pela estatal com autoridades dos Estados Unidos para encerrar as investigações naquele país sobre os prejuízos causados a investidores em função de desvios cometidos na empresa conforme apontou a Operação Lava Jato.

Vale destacar que, nesta sessão, o governo realizou nesta sexta seu último leilão de petróleo e conseguiu vender as quatro áreas de pré-sal, arrecadando R$ 6,82 bilhões. O saldo da 5ª Rodada de Partilha, em 35 anos, vai gerar uma arrecadação de royalties e participações especiais de R$ 235 bilhões, segundo cálculo da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Cinco petroleiras passaram a ser operadoras do pré-sal, além da Petrobras, ao saírem vitoriosas dos leilões de partilha realizados em um ano. São elas a Total, Shell, Equinor, BP e Exxon. 

No mês de setembro, em que a bolsa tem desempenho positivo, os papéis da Bradespar (BRAP4) tiveram fortes ganhos de mais de 19%, na esteira do acordo melhor que o esperado com a Elétron. A holding da Vale (VALE3) e a Litel pagaram R$ 2,8 bilhões ao empresário Daniel Dantas, colocando fim a uma disputa de dez anos. A Elétron, de Dantas, participou do consórcio vencedor da privatização da mineradora.  

A disputa remonta a uma alegação de Daniel Dantas de que não teria conseguido exercer na ocasião uma opção de compra de 37,5 milhões de ações da Valepar, a antiga controladora da empresa. A Petrobras também teve fortes ganhos em setembro, de mais de 9%. 

Já entre as maiores quedas da semana, estão a Fleury (FLRY3) e a Via Varejo (VVAR11), esta última com uma forte queda no último pregão do mês, de 9,47%; a Fleury também é a maior baixa do mês de setembro. 

Confira os destaques do mercado nesta sexta-feira (28):

Petrobras (PETR3; PETR4)

Aconteceu nesta manhã a 5ª Rodada de Licitações de Partilha da Produção em áreas do pré-sal pela ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis). Foram arrecadados R$ 6,8 bilhões em bônus de assinatura e o investimento previsto é de R$ 1 bilhão. A Petrobras levou campo Sudoeste de Tartaruga Verde com lucro-óleo mínimo de 10,01%.

Ainda no radar da empresa, a Petrobras fechou na última quinta-feira (27) um acordo com as autoridades americanas para pôr fim ao litígio decorrente das irregularidades investigadas pela Operação Lava Jato.

De acordo com a agência de classificação de risco S&P Global Ratings, o acordo “deve ajudar a reduzir as incertezas sobre os potenciais passivos contingentes da empresa”, mas “não tem impacto na classificação” da empresa. A notícia foi bem recebida pelo mercado, fazendo com que as ações da empresa subissem 6% na véspera e superassem as da fabricante de bebidas Ambev (ABEV3) e colocando a Petrobras em segundo lugar no ranking de maiores empresas brasileiras listadas em bolsa.

Nesta sexta, a Petrobras reduziu o preço médio do litro da gasolina A sem tributo nas refinarias em 0,99% para R$ 2,2159. Para sábado, porém, o preço foi mantido.

Vale (VALE3)

Em um dia de alta para as bolsas chinesas e com o minério de ferro negociado em Qingdao com leve alta de 0,4%, a US$ 69,50, as ações da Vale registram leves ganhos.

Itaú Unibanco (ITUB4)

O Itaú Unibanco nomeou Caio Ibrahim David, atual vice-presidente de Controle de Riscos e Finanças, para o cargo de diretor-geral do Banco de Atacado, após a aposentadoria de Eduardo Vassimon. Para o cargo de David será designado Milton Maluhy, que encerrará em janeiro o mandato de presidente do Itaú CorpBanca e passará também a integrar o Comitê Executivo do Itaú Unibanco.

Embraer (EMBR3)

A Boeing, que está perto de concluir a joint venture com a Embraer, foi escolhida para construir o próximo jato de treinamento da Força Aérea dos Estados Unidos em um contrato de até US$ 9,2 bilhões no decorrer do programa. De acordo com a Reuters, a Força Aérea dos EUA planeja comprar 351 dos jatos e espera que o programa esteja em plena operação em 2034.

Eletrobras (ELET6)

Em leilão realizado ontem na B3, a Eletrobras conseguiu vender R$ 1,3 bilhão em participações em ativos de geração eólica e transmissão de energia. Foram vendidos 11 dos 18 lotes oferecidos, sendo três de geração eólica e oito de transmissão de energia. De acordo com o presidente da companhia, Wilson Ferreira Junior, o leilão deve aproximar a companhia de cumprir a meta de alavancagem de 2018.

Arezzo (ARZZ3)

A Arezzo & Co., dona das marcas Anacapri, Alexandre Birman, Schutz, Fiever e Owme, espera melhorar suas margens de lucro nos Estados Unidos após a aprovação da redução de tarifas de importação para calçados - que deve ser implementada em 13 de outubro.

Suzano (SUZB3); Fibria (FIBR3)

De acordo com o jornal O Globo, o CADE deve aprovar o acordo entre a Suzano e a Fibria ao longo das próximas semanas. O único passo remanescente para o fechamento da transação seria a aprovação pelo antitruste europeu, esperado até o final do ano. Com a notícia, a XP reitera a recomendação de compra na Suzano, "negociando a 4,5x EBITDA e com forte geração de caixa em 2018-19".

 

Quer investir em ações pagando zero de corretagem? Abra uma conta na Clear

 

 

 

Contato