Em mercados / acoes-e-indices

Ibovespa salta mais de 2% e dólar cai para R$ 4,08 com pesquisa eleitoral e acordo EUA-México

Índice ganhou força na reta final do pregão e encostou na marca de 78 mil pontos em dia de novas máximas recordes em Wall Street

Investidor comemorando
(Shutterstock)

SÃO PAULO - O Ibovespa subiu forte nesta segunda-feira (27), recuperando o patamar dos 77 mil pontos seguindo o dia de bom humor no mercado internacional após notícia de um acordo entre os Estados Unidos e o México sobre o Nafta. A novidade levou os índices norte-americanos para suas máximas históricas. No Brasil o dia também foi de repercussão de uma nova pesquisa eleitoral.

O benchmark da bolsa brasileira fechou com alta de 2,19%, aos 77.929 pontos, chegando a saltar 2,29% na máxima do dia. O volume financeiro ficou em R$ 7,321 bilhões. O dólar comercial, por sua vez, encerrou o dia com queda de 0,57%, cotado a R$ 4,0812 na venda. Em Wall Street, o Dow Jones avançou 1%, enquanto o S&P 500 subiu 0,77%.

No noticiário internacional, um comunicado da Casa Branca afirmou que o acordo entre os EUA e o México trará benefícios aos trabalhadores dos dois países. A nota sustenta que novas regras de origem incentivarão a produção de bilhões de dólares ao ano em veículos e partes de automóveis nos EUA. Também aponta que os novos compromissos em vigor permitirão reduzir distorções nas políticas comerciais para produtos agrícolas, bem como um comércio mais justo nos setores de alimentos e agricultura.

O acordo bilateral permite proteções à propriedade intelectual "fortes e eficazes". Na opinião da Casa Branca, o Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (Nafta, na sigla em inglês), com 24 anos, estava "desatualizado e desequilibrado", prejudicando empregos e empresas dos EUA. Agora, o acordo reflete melhor os padrões modernos, as novas tecnologias e a economia global do século XXI, argumenta o governo americano.

Enquanto isso, pesquisa feita para o BTG Pactual pelo instituto FSB mostrou o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) na liderança das intenções de voto em um cenário sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Bolsonaro possui 24% das intenções de voto, sendo seguido por Marina Silva (Rede), que conta com 15%.

Geraldo Alckmin (PSDB) tem 9% dos votos, seguido por Ciro Gomes (PDT) com 8% e o provável substituto de Lula na disputa, Fernando Haddad (PT). O ex-prefeito de São Paulo tem 5% das intenções de voto. João Amoêdo (Novo) tem 4%, Alvaro Dias (PODE) tem 3%, enquanto Henrique Meirelles (MDB), Guilherme Boulos (PSOL) e Cabo Daciolo (PATRI) possuem 1%.

Ao fazer um cruzamento entre quem vota em Lula com a mudança de voto com um cenário sem o petista, a pesquisa mostra que a maior transferência de votos se dá para Marina Silva, com 17%, enquanto Haddad aparece com 12%. Bolsonaro, Alckmin e Ciro aparecem empatados com 9%. Alvaro Dias, Boulos e Meirelles aparecem com 1%.

"O mercado reage após a pesquisa do BTG mostrar que aproximadamente 2/3 dos eleitores de Lula não devem votar em Haddad. Se isto for confirmado após o início da campanha eleitora sem Lula, o candidato petista teria pouca chance de ir ao 2º turno. Mas, tudo ainda é muito incipiente", afirma José Faria Júnior, diretor técnico da Wagner Investimentos.

Destaques da Bolsa

As ações da Eletrobras fecharam em forte alta, enquanto os papéis da Suzano da e Fibria devolveram parte dos ganhos com a queda do dólar hoje. A Marfrig também caiu com a opção de venda da companhia, que surpreendeu os acionistas. Vale destacar que o CFO da Vale estará ao vivo no InfoMoney na próxima quarta-feira às 10h.

As maiores altas, dentre as ações que compõem o Índice Bovespa, foram:

 Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1
 ELET6 ELETROBRAS PNB 18,21 +6,68 -19,78 23,08M
 ELET3 ELETROBRAS ON 15,61 +6,55 -19,29 58,60M
 GOAU4 GERDAU MET PN ED 8,30 +5,06 +45,40 181,35M
 NATU3 NATURA ON 29,84 +4,34 -8,86 60,31M
 CPLE6 COPEL PNB 20,19 +4,07 -18,75 12,25M

As maiores baixas, dentre os papéis que compõem o Índice Bovespa, foram:

 Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1
 SUZB3 SUZANO PAPELON 49,23 -3,26 +164,67 196,00M
 MRFG3 MARFRIG ON 6,19 -1,75 -15,44 25,18M
 FIBR3 FIBRIA ON 79,33 -1,26 +66,91 128,06M
 RADL3 RAIADROGASILON 80,34 -1,06 -12,11 61,10M
 BRKM5 BRASKEM PNA 59,31 -0,62 +44,31 58,19M

As ações mais negociadas, dentre as que compõem o índice Bovespa, foram:

 Código Ativo Cot R$ Var % Vol1 Vol 30d1 Neg 
 PETR4 PETROBRAS PN N2 18,71 +2,24 654,75M 1,07B 26.994 
 VALE3 VALE ON 55,67 +2,81 611,74M 959,24M 21.994 
 ITUB4 ITAUUNIBANCOPN EDJ 43,00 +3,32 457,04M 571,40M 17.456 
 ABEV3 AMBEV S/A ON 19,13 +0,31 285,56M 284,76M 19.076 
 BBDC4 BRADESCO PN 29,08 +2,68 270,36M 407,71M 18.619 
 BBAS3 BRASIL ON EJ 30,55 +3,07 207,68M 342,04M 12.335 
 SUZB3 SUZANO PAPELON 49,23 -3,26 196,00M n/d 17.078 
 GOAU4 GERDAU MET PN ED 8,30 +5,06 181,35M 81,13M 19.568 
 ITSA4 ITAUSA PN EDJ 9,76 +2,85 149,15M 198,26M 22.877 
 MGLU3 MAGAZ LUIZA ON 131,42 -0,44 148,46M 186,64M 4.915 

* - Lote de mil ações
1 - Em reais (K - Mil | M - Milhão | B - Bilhão)
IBOVESPA

Quer investir em ações pagando só R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear

Contato