EXPERIMENTE!

Clique e experimente a
versão rápida do

Em mercados / acoes-e-indices

Tesla ganha US$ 6,4 bilhões de valor com tuíte "ilegal" de Elon Musk

CEO da companhia quebrou algumas regras ao falar sobre fechar capital na rede social, mas fez as ações da Tesla dispararem 11%

Elon Musk
(Reprodução/YouTube)

SÃO PAULO - Elon Musk não cansa de surpreender o mercado e desta vez ele usou a principal "arma" do presidente Donald Trump para mudar completamente o rumo das ações da Tesla nesta terça-feira (7). Pelo Twitter, sem que ninguém esperasse, ele comentou durante a tarde que está pensando em tornar a companhia "privada", ou seja, fechar o seu capital.

"Estou considerando privatizar a Tesla quando alcançarmos US$ 420 a ação. Financiamento seguro", escreveu ele. E mesmo com esta fala caracterizando uma violação nas leis do mercado norte-americano, o breve comentário foi o suficiente para fazer as ações da Tesla fecharem o pregão com alta de 10,99%, cotadas a US$ 379,57. Com esta alta, a companhia ganhou US$ 6,37 bilhões de valor de mercado hoje.

A Tesla confirmou a fala em comunicado, mas ressaltou que ainda não há uma decisão final sobre o assunto. "O objetivo [de fechar o capital] seria criar o ambiente para que a Tesla funcione melhor", disse Musk em um e-mail aos funcionários que foi publicado no site da empresa.

"Como empresa pública, estamos sujeitos a grandes oscilações no preço de nossas ações, o que pode ser uma grande distração para todos os acionistas. Além disso, ter o capital aberto também nos sujeita ao ciclo de lucros trimestrais que coloca uma enorme pressão sobre a Tesla para tomar decisões que podem estar certas para um determinado trimestre, mas não necessariamente corretas para o longo prazo", afirmou o CEO.

Assim como ocorre no Brasil, as companhias norte-americanas precisam divulgar informações por meio de comunicados ao mercado e fatos relevantes. A "Regulation Fair Disclosure", ou FD, exige que as empresas "distribuam informações relevantes de maneira razoavelmente planejada para levar essas informações ao público geral de forma ampla e não exclusiva".

No passado a Netflix já foi alvo de uma investigação da SEC por conta de informações dadas fora dos veículos corretos, mas o caso acabou não tendo nenhuma multa ou penalização para empresa. Este caso, apesar de não seguir a leis, também não deve resultar em nada sério para a Tesla.

Apesar de dar uma "vantagem" para os seguidores do Twitter, que já são 22 milhões, a informação dada na rede social foi rapidamente e amplamente divulgada por veículos financeiro no mundo todo, o que deve ser usado de argumento para evitar qualquer acusação de quebra das regras.

Mais cedo, as ações da empresa já subiam devido a divulgação de um relatório informando a nova participação da Tesla em um fundo soberano da Arábia Saudita, mas os ganhos eram de "apenas" 3%. 

Musk já havia dito que espera que a empresa comece a ser lucrativa no terceiro trimestre de 2018. Os investidores estão preocupados com a quantidade de dinheiro que a Tesla vem ganhando e se a empresa precisaria levantar fundos adicionais para apoiar seus planos de crescimento, que incluem a introdução de um caminhão, um SUV chamado Model Y, além de mais fábricas em todo o mundo.

Contato