Em mercados / acoes-e-indices

Investidores podem comprar ações em bar de coquetéis de Nova York

É o primeiro bar ou restaurante a captar recursos na plataforma de investimentos SeedInvest.

whisky_uísque
(ThinkStock)

(Bloomberg) -- Desde 27 de julho, os fãs de coquetéis podem comprar algumas ações junto com um gin martini.

Após 12 anos como um único e premiado estabelecimento, o Death & Co., o famoso bar do East Village, em Nova York, está passando por uma séria expansão. Para facilitá-la, o coproprietário David Kaplan e sua equipe estão captando recursos de uma forma nada convencional para um lugar que serve bebidas.

O bar, que foi fundado na última noite de 2006 e abriu uma segunda unidade em Denver no início deste ano, iniciou sua primeira rodada de crowdfunding de ações na sexta-feira por meio da plataforma de investimentos SeedInvest. É o primeiro bar ou restaurante a captar recursos na plataforma.

Os investidores poderão adquirir participações acionárias na Gin & Luck, empresa proprietária dos bares da Death & Co. e também da Proprietors, uma consultoria para contratos de livros, propriedade intelectual e setor de hospitalidade (hotelaria e gastronomia).

A empresa está avaliada em US$ 13 milhões.

O bar da empresa em East Village, considerado o melhor dos EUA em 2010 pela Tales of the Cocktail, registrou US$ 1,8 milhão em receita líquida em 2017, um aumento de 71 por cento em relação a 2008. O estabelecimento mais novo da Death & Co., no Ramble Hotel, em Denver, registrou US$ 313.000. em receita em seu primeiro mês de operação. A Gin & Luck vendeu mais de 120.000 cópias de seu livro "Death & Co: Modern Classic Cocktails", que somaram mais de US$ 379.000 em royalties. A empresa de consultoria Proprietors faturou US$ 539.000 em receita em 2017 com clientes como Hilton, Pernod Ricard e Bacardi USA. Um terceiro estabelecimento, um bar independente da Death & Co. em Los Angeles, tem a inauguração programada para o ano que vem.

Diferentemente de uma campanha do Kickstarter -- agora onipresente entre os pequenos restaurantes e cafeterias -- em que as pessoas contribuem com dinheiro para um projeto, mas não têm participação no negócio, uma campanha de crowdfunding de ações permite que os investidores comprem participações acionárias de empresas privadas. Os investidores recuperam seu dinheiro de diferentes maneiras, inclusive se a empresa for vendida ou abrir o capital. A Gin & Luck está oferecendo uma nota de capital preferencial; é essencialmente um mini-IPO, mas a empresa permanece privada e os fundadores originais mantêm o controle.

A Gin & Luck busca captar US$ 1,5 milhão, e a participação mínima é de US$ 1.000 por investidor. A empresa é dirigida por Kaplan (CEO), junto com Alexander Day (diretor operacional) e Ravi DeRossi (diretor administrativo).

O dinheiro que for levantado pela SeedInvest será destinado à expansão com novas lojas e a novas contratações. Segundo informações preparadas para os investidores, a Gin & Luck projeta US$ 385.000 em lucro anual com o bar do East Village em 2019 e US$ 697.000 com o estabelecimento de Denver. Os cinco fluxos de receita, englobando os três bares, os honorários da consultoria e um braço de varejo, deverão totalizar US$ 1,89 milhão em lucro anual total em 2019 e US$ 2,68 milhões em 2020 por meio de sete projetos.

Quer investir em ações pagando só R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear

 

Contato