EXPERIMENTE!

Clique e experimente a
versão rápida do

Em mercados / acoes-e-indices

Está em busca de volatilidade? Então não deixe de operar na "super-quarta"

Reunião do Fed e vencimento de opções sobre o Ibovespa prometem movimentar o mercado

bull
(Shutterstock)

SÃO PAULO - Se você é trader e está em busca de volatilidade, então prepara-se. O pregão desta quarta-feira (13) promete ser bastante agitado, em especial para o Ibovespa Futuro, pois teremos no mesmo dia a reunião do Fed e o vencimento de opções sobre índice na B3. Dito isso, fica a pergunta: como cada evento pode influenciar o mercado?

Reunião do Fed

Sem dúvida nenhuma, o grande evento desta "super-quarta" está contratado às 15h00, quando teremos a decisão de política monetária do Fed, que já está gerando grande volatilidade por conta da expectativa dos investidores. Naturalmente, o rumo dos juros dos EUA altera com o humor do mercado, pois está ligado diretamente pelo apetite de risco, mas essa reunião em especial está sendo ainda mais aguardada já que essa percepção pode ser alterada bruscamente.

Para a decisão de hoje, o mercado já precifica um aumento de 25 pontos-base na taxa, indo para o intervalo entre 1,75% e 2,0% ao ano, sendo que a questão é como ficará o "Gráfico de Pontos" e como será a coletiva de imprensa do presidente do Fed, Jerome Powell. Em suma, o gráfico revela as projeções do Fomc (Federal Open Market Committee) para o futuro da taxa de juros nos próximos encontros, ou seja, quantas altas são esperadas. Pelo quadro atual, bastará um único membro mudar de ideia (de 3 para 4 altas) que a mediana do Fed mudar e o mercado tem na conta apenas 3 altas para este ano.

Se houver uma mudança para mais de 3 altas ao longo deste ano, o mercado tende a reagir negativamente, já que espera-se uma alteração na postura dovish (mais inclinada para medidas de estímulos monetários) do Fed, mostrando preocupação com relação à evolução da inflação e o aquecimento da economia. Confirmado isso, deveremos ter uma migração de ativos de maior risco, como mercados emergentes, para títulos como os Treasuries de 10 anos dos EUA, que já vem em uma ascendente por conta dessa expectativa.

Além disso, os investidores deverão estar atentos para o viés utilizado pelos membros do Fomc com relação as novas projeções macroeconômicas, como ao discurso do presidente do Fed. Se houver uma inclinação positiva pelas duas partes, destacando os bons números da economia, como o último Relatório de Emprego, os investidores deverão precificar 4 aumentos dos juros este ano. Vale ficar de olho também na expectativa de inflação, principalmente após o resultado acima do esperado hoje dos preços ao produtor (+0,5% vs +0,3%), pois uma indicação de aceleração também pode ser interpretada como aumento dos juros.

Vencimento de opções do Ibovespa

Para completar essa "super-quarta", ocorre o vencimento de opções sobre o Ibovespa na B3. Neste dia, os contratos futuros do índice com vencimento em junho (M) deste ano perdem sua validade e ocorre uma migração para o próximo vencimento, no caso de agosto (Q), processo denominado como "rolagem", cerne de toda essa volatilidade.

Basicamente, o sistema funciona desta forma: o investidor que está posicionado na série M e quer carregar sua posição, zera sua custódia que está vencendo e logo em seguida abre a posição na série Q. Existe também a possibilidade de realizar uma Operação Estruturada de Rolagem de Ibovespa, produto oferecido pela B3 que possibilita que os investidores a se protejam contra variações de preço. A operação estruturada não representa um novo contrato, mas sim um mecanismo que possibilita a execução de compra e venda de dois vencimentos ao mesmo tempo, mantendo assim as características dos contratos inalteradas. Porém, esse instrumento é muito mais utilizado pelos investidores institucionais, que, segundo dados da própria B3, representaram por 59% dos negócios no vencimento de abril (série J), sendo 1% pelo segmento Pessoa Física.

No final das contas, essa "troca de mão" entre os investidores faz com que o contrato do próximo vencimento (no caso atual do mês de agosto) capture toda a liquidez e gera intensa volatilidade no mercado futuro de índice, o que, inclusive, pode gerar uma boa oportunidade para fazer um day trade nesta janela, como explica Rodrigo Cohen, analista técnico da Rico Investimentos.

Nesta corrida para abrir uma nova posição, os investidores vão em busca do valor do Ajuste Diário do novo contrato (série Q), que nada mais do que a diferença que será creditada na conta de quem teve lucros ou debitada da conta de quem teve prejuízos. Esse valor, que é divulgado pela B3 e calculado em pontos do índice, normalmente é estabelecido pela média ponderada dos negócios realizada nos últimos 15 minutos do pregão.

Com esse valor como referência, os investidores que estão fazendo a rolagem buscam zerar suas posições próximos ao valor do Ajuste para minimizar as perdas, por isso, afirma Cohen, o ativo tende a buscar o valor de Ajuste, principalmente no dia de vencimento. Assim, quando há uma forte distorção em relação ao preço, o trader pode aproveitar essa "busca pelo Ajuste" para operar. 

Quer aproveitar toda essa volatilidade e ainda pagar a menor corretagem do Brasil? Clique aqui e abra sua conta na Clear

Contato