EXPERIMENTE!

Clique e experimente a
versão rápida do

Em mercados / acoes-e-indices

As 20 ações com os maiores "dividend yields" da bolsa, segundo a Economatica

Ranking preparado pela consultoria Economatica coloca Estacio à frente das mais tradicionais pagadoras de dividendos da Bolsa

livros
(Shutterstock)

SÃO PAULO - Representante de um setor não muito conhecido pela distribuição de grandes volumes de recursos em dividendos aos acionistas, a Estacio Participações (ESTC3) liderou o ranking de dividend yield na B3 no acumulado de 12 meses até o fim de agosto. Um levantamento feito pela consultoria Economatica mostra que a companhia registrou um dividend yield de 9,92%, contra 8,92% do segundo colocado na lista, a Smiles (SMLE3). Do grupo das tradicionais pagadores de dividendos, a Taesa (TAEE11) aparece somente na terceira posição, com um yield de 7,48%.

Para o levantamento a consultoria considerou uma janela de 12 meses para a distribuição de proventos (seja na forma de dividendos ou juros sobre o capital próprio) em relação ao preço das ações em 31 de agosto de 2017. Nesse sentido, vale a ressalva de que os últimos trimestres marcaram desempenho aquém do que se espera de boa parte das companhias brasileiras em seus balanços, o que tende a comprometer a distribuição de proventos aos acionistas, além de uma valorização nos preços das ações, tendo em vista as melhores expectativas dos investidores sobre o desempenho do mercado no futuro. Essa soma de fatores faz com que o dividend yield do mercado acionário brasileiro apresente patamar mais baixo do normalmente observado.

Veja a lista completa abaixo:

Contato