Em mercados / acoes-e-indices

Nem Fibria, nem Suzano: J&F vende Eldorado para grupo holandês por R$ 15 bilhões

A Eldorado produz cerca de 1,7 milhão de toneladas de celulose de eucalipto por ano

Papel e celulose

SÃO PAULO - Após semanas de boatos sobre quem iria adquirir a Eldorado Celulose, a J&F, dos empresários Joesley e Welsey Batista, anunciou neste sábado (2) a venda da empresa para o grupo holandês Paper Excellence por R$ 15 bilhões. Logo que a empresa dos Batista foi colocada à venda, muitos rumores apontaram que a Fibria ou a Suzano poderiam ser as compradoras, mas o boato mais forte foi de que a APP (Asia Pulp & Paper) iria levar o ativo, o que não se concretizou.

Segundo comunicado, o contrato de compra e venda foi assinado hoje e estabelece a transferência de até 100% das ações, com previsão de finalização da operação em até 12 meses.

A Eldorado produz cerca de 1,7 milhão de toneladas de celulose de eucalipto por ano. De acordo com a Paper Excellence, a aquisição é importante porque inclui no seu portfolio ativos de produção de celulose de eucalipto.

A empresa brasileira é uma das investigadas na Operação Greenfield, que trata de irregularidades em quatro dos maiores fundos de pensão do país, todos ligados a estatais.

Atualmente, o Grupo Paper Excellence produz 2,3 milhões de toneladas de celulose por ano e emprega mais de 2.000 funcionários. A companhia é a maior produtora de NBKP no Canadá, onde possui cinco fábricas, além de ter mais duas unidades na França. Em nota, o grupo disse que seu objetivo "é tornar-se um dos líderes mundiais da indústria de celulose".

 

Contato