Em mercados / acoes-e-indices

Duas ações que podem receber uma "ajuda inesperada" da JBS e a "prova de fogo" da Kroton

As análises foram feitas para o "Especial Setores" do 2° semestre, que foi ao ar nesta quarta-feira na InfoMoneyTV

SÃO PAULO - O InfoMoney deu continuidade nesta quarta-feira (26) ao "Especial Setores" do 2º semestre, com análises das empresas de carne - JBS, Minerva, Marfrig e BRF - e as educacionais - Kroton, Estácio, Ser Educacional e Anima. Os convidados desta edição foram a analista Catarina Pedrosa, da WhatsCall Research, e Adeodato Volpi Netto, da Eleven Financial.

Sobre os frigoríficos, eles trouxeram uma leitura ainda bem pessimista para JBS, mesmo após o anúncio do acordo de R$ 21,7 bilhões com os credores, que ajuda a fazer preço hoje nas ações. Adeodato diz que o risco do case continua existindo, não havendo nenhuma alteração em sua visão, que é de ficar "fortemente fora do papel". Na mesma toada, Catarina alerta que o acordo não é tão simples assim, citando, por exemplo, o pagamento de 10% da dívida em 12 meses, que correspondem a cerca de R$ 2 bilhões. O problema, diz, é que a JBS Brasil gera R$ 1 bilhão. Segundo ela, o acordo foi uma tentativa de estancar o sangramento. 

Para o 2° trimestre, ela vê ventos um pouco mais favoráveis para Marfrig e Minerva, que podem ter uma "ajuda inesperada" da JBS. No setor, no entanto, ela não recomenda nenhuma ação, citando valuations caros, enquanto Adeodato segue com preferência pela Minerva. 

Já no segundo bloco, voltado para as educacionais, Adeodato comentou sobre o futuro de Kroton e Estácio: "se juntas elas já não eram nossas escolhas, separadas ficam mais distantes ainda". Para ele, Kroton vai ter um problema para se reinventar, dado que é uma companhia que cresceu via aquisições, e até que se redesenhe um novo modelo, o investidor vai por à prova a capacidade dela de continuar se expandindo". Segundo ele, esse é um cenário que pode melhorar pouco e piorar muito. Sobre sua preferência no setor, ele disse que segue com o "call" da Anima, vendo um espaço grande para a ação andar em 2018. 

Clique aqui e assista a todo o conteúdo do "Especial Setores" do 2° semestre

BLOCO 1: Minerva e Marfrig podem ter "ajuda inesperada" da JBS no 2° trimestre

BLOCO 2: A "prova de fogo" da Kroton e uma aposta no setor de educação

 

Na última terça-feira foram analisadas as ações de programas de fidelidade - Smiles e Multiplus -, as seguradas e empresas ligadas ao setor de saúde (assista aqui). 

 

Contato