Em mercados / acoes-e-indices

J&F vende Alpargatas por R$ 3,5 bi; small cap faz financiamento de R$ 23 mi e mais notícias no radar

Confira os principais destaques corporativos da noite desta quarta-feira (12)

Havaianas Alpargatas chinelo calçados
(Facebook)

SÃO PAULO - Em um dia marcado pela condenação do ex-presidente Lula pelo juiz Sérgio Moro, o noticiário corporativo ficou em segundo plano, mas a noite desta quarta-feira (12) conta com diversas novidades importantes, entre elas a venda da Alpargatas pela J&F. Além disso, a small cap Senior Solution anunciou um financiamento junto ao BNDES. Confira os destaques:

Alpargatas (ALPA4)
O grupo J&F, dos empresários Joesley e Wesley Batista, fechou nesta noite a venda de sua fatia de controle na Alpargatas – donas da Havaianas – para o Cambuhy (fundo da família Moreira Salles), Brasil Warrant e para a Itaúsa (holding de investimentos do Itaú) por R$ 3,5 bilhões. A companhia também é dona de marcas a Osklen e da operação da Mizuno no País.

Segundo comunicado, o valor de aquisição considerou o preço de R$ 14,25 para cada ação ordinária e R$ 11,40 para cada papel preferencial. O pagamento será feito à vista e a operação ainda depende de aprovação do Cade.

A J&F havia comprado a Alpargatas há 18 meses, por R$ 2,7 bilhões, para socorrer outro grupo empresarial em dificuldades – a Camargo Corrêa, que precisava de dinheiro para cumprir obrigações decorrentes do acordo de leniência que havia feito no âmbito da Operação Lava Jato.

Senior Solution (SNSL3)
A Senior Solution anunciou que seu Conselho de Administração aprovou a obtenção de um novo financiamento junto ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), no valor de R$ 23,4 milhões.

Segundo Thiago Rocha, Diretor de Relações com Investidores, os recursos serão utilizados para acelerar o crescimento orgânico da empresa. A maioria dos dispêndios serão voltados à linha de pesquisa e desenvolvimento.

“Desde o IPO realizamos quatro aquisições. Vamos acelerar a evolução de alguns produtos e integrar as soluções que adicionamos com essas aquisições. Estamos construindo uma suite imbatível para o setor financeiro brasileiro”, afirma o executivo. 

O financiamento possui carência de 30 meses, prazo de amortização de 48 meses e custo correspondente à TJLP + 2,0% ao ano. “A futura liberação dos recursos nos ajudará a recompor o saldo de caixa, reduzido em novembro de 2016 com a aquisição da attps. Indiretamente, isso amplia a folga financeira necessária para retomarmos as aquisições”, conclui o executivo.

Localiza (RENT3)
A Localiza informou que foi aprovado, em Assembleia Geral Extraordinária, os novos planos de incentivo de longo prazo baseados em ações da companhia, com o objetivo de "atrair, motivar, reter e alinhar os interesses dos elegíveis como participantes aos interesses da empresa".

Somos Educação (SEDU3)
A Somos Educação aprovou a emissão de até R$ 800 milhões em debêntures, que será feita em 3 séries em emissão para investidor qualificado. O prazo será de 3, 5 e 7 anos para primeira, segunda e terceira
série, respectivamente.

A primeira série terá remuneração de CDI + spread de 1,60% ao ano, enquanto a segunda terá spread de 1,85% e a terceira série terá NTN-B 2024 + 1,85%.

 

Contato