Em mercados / acoes-e-indices

Quais ações Warren Buffett compraria na Bovespa? Um de seus maiores discípulos responde

Guilherme Aché fundou a Squadra Investimentos meses antes da máxima histórica do Ibovespa e do estouro do subprime; mesmo assim, seus dois fundos de ações rendem mais de 200% desde sua criação

SÃO PAULO - Ele já quebrou no mercado com uma única ação. Hoje, ele é um dos maiores gestores de ações do Brasil. Guilherme Aché é fundador da Squadra Investimentos, gestora fundada em abril de 2008, meses antes da máxima histórica do Ibovespa e do estouro da crise do subprime, e mesmo assim seus os fundos de ações da casa apresentam ganhos entre 200% e 260% desde sua criação - no mesmo período, o Ibovespa ficou praticamente no "zero a zero".

Em entrevista ao InfoMoney Fora da Curva, Aché falou dos aprendizados que ter quebrado na Bolsa lhe trouxe e explicou por que a Equatorial (EQTL3) é um sucesso na Bolsa. Seguidor convicto de Warren Buffett, ele elencou quais ações brasileiras seriam candidatas a entrar na carteira do "Oráculo de Omaha" e inclusive se a própria Petrobras (PETR4) poderia fazer parte desse time de papéis (veja o roteiro da entrevista abaixo do vídeo).

InfoMoney Fora da Curva é um projeto de entrevistas do InfoMoney com os participantes do livro Fora da Curva. A partir do dia 5 de dezembro, uma nova entrevista será divulgada diariamente, e todas elas ficarão disponibilizadas na página especial do projeto (clique aqui para acessá-la).

Confira abaixo a entrevista com Guilherme Aché e o instante em que cada pergunta foi respondida:

Perguntas respondidas no vídeo:

1) 0:40 - Uma única ação te fez quebrar na Bolsa. Mas pela rotina frenética que vocês tinham no mercado, esse era um "erro" que poderia ser evitado?

2) 4:38 - Qual foi o aprendizado que ter quebrado na Bolsa te trouxe que se você não tivesse quebrado você nunca teria aprendido?

3) 9:15 - Por que os iniciantes do mercado sempre buscam o "day trade" se o investimento em longo prazo é mais consistente, na sua opinião?

4) 12:30 - Quais as ações brasileiras que entrariam em uma hipotética carteira de investimentos do Warren Buffett?

5) 16:30 - Equatorial e Imaginarium são os principais investimentos da Squadra na Bolsa e fora da Bolsa, respectivamente. Quais são os principais destaques destas duas empresas?

6) 27:20 - A Petrobras seria hoje um investimento "a lá" Warren Buffett?

7) 31:20 - A Squadra nasceu 9 anos atrás, meses antes de uma das piores fases da Bolsa. Você está mais otimista com os próximos 9 anos?

Para ver as outras entrevistas do InfoMoney Fora da Curva, clique aqui.

 

Contato