Em mercados / acoes-e-indices

Ibovespa sobe em meio a expectativa de impeachment; dólar vai à mínima após swap

Mercado volta a subir e deixa de lado correção e exterior fraco; dólar e DIs sobem desde o início do pré-market

ações queda
(Shutterstock)

SÃO PAULO - O Ibovespa opera em alta, mas reduz ganhos pressionado principalmente pela queda das ações do Itaú. No cenário macro, aumenta a expectativa de impeachment da presidente Dilma Rousseff após o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Gilmar Mendes, suspender novamente a posse de Lula como ministro da Casa Civil. Além disso, a Lava Jato faz sua primeira operação internacional em Lisboa, Portugal. Lá fora, as bolsas operam entre perdas e ganhos. 

Às 14h16 (horário de Brasília), o benchmark da bolsa brasileira tinha leve alta de 0,22%, a 51.924 pontos. Já o dólar comercial sobe 0,62% a R$ 3,6040 na venda, enquanto o dólar futuro para abril tem baixa de 0,67% a R$ 3,612, após abrir em alta com a decisão do Banco Central de anunciar leilão de 20 mil swaps reversos. No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2017 avança 1 ponto-base a 13,76%, enquanto o DI para janeiro de 2021 vira para queda de 9pontos-base a 13,85%. 

Swap reverso
O Banco Central decidiu acelerar a desmontagem de suas posições vendidas em swap cambial, hoje em torno de US$ 108 bilhões. Após ter reduzido a rolagem diária dos contratos de swap que vencem em abril, na noite de sexta-feira a instituição anunciou para esta segunda-feira um leilão de até 20 mil contratos (US$ 1 bilhão) de swap cambial reverso. Há três anos o BC não realiza uma operação do tipo. 

Focus
Também tinha algum peso por aqui o Relatório Focus, com a mediana das projeções de diversos economistas, casas de análise e instituições financeiras para os principais indicadores macroeconômicos. A previsão para o PIB (Produto Interno Bruto) em 2016 caiu de uma retração de 3,54% para uma de 3,60%. Já no caso do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), que é o medidor oficial de inflação utilizado pelo governo, as projeções são de que haja um avanço de 7,46% este ano, contra 7,43% projetados anteriormente.

Pesquisa mostra que 68% querem o impeachment
O apoio ao impeachment de Dilma chegou a 68%, segundo o Datafolha. Os que defendem a renúncia da presidente subiram de 58% para 65%. O percentual dos contrários ao impeachment foi de 33% em fevereiro para 27% agora. Ainda de acordo com a pesquisa, 69% avaliam o governo como ruim ou péssimo, próximo ao índice de rejeição de 71% alcançados por Dilma em agosto de 2015

Na pesquisa para a eleição presidencial de 2018, Marina Silva lidera em todas as comparações e fica entre 21% e 24% das intenções de voto, dependendo de quem for o candidato do PSDB. Marina, o senador Aécio Neves (PSDB) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) são os nomes mais citados para a eleição de 2018, segundo a pesquisa, e aparecem tecnicamente empatados, considerando a margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Neste cenário, Lula aparece com 17%, Marina com 21% e Aécio com 19%

Nas simulações com José Serra ou com Geraldo Alckmin, Marina lidera e Lula aparece em segundo.

Lava Jato
A Polícia Judiciária Portuguesa cumpre mandados de busca e apreensão e prisão preventiva de Raul Schmidt Felipe Junior. O operador financeiro estava foragido desde julho de 2015. Schimidt é suspeito de envolvimento em pagamentos de propinas aos ex-diretores da estatal petrolífera Renato de Souza Duque, Nestor Cerveró e Jorge Luiz Zelada. Os três estão presos em Curitiba pela participação no esquema de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa instalado na Petrobras.

Ações em destaque
Dentro do setor mais pesado no Ibovespa, o financeiro, bancos grandes operam entre perdas e ganhos. Itaú Unibanco (ITUB4, R$ 32,69, -1,51%) cai, enquanto Banco do Brasil (BBAS3, R$ 20,46, +0,49%) e Bradesco (BBDC3, R$ 30,85, +0,78%; BBDC4, R$ 27,64, +0,58%) sobem. Juntas, as quatro ações respondem por pouco mais de 20% da participação na carteira teórica do nosso benchmark.

As maiores altas dentre as ações que compõem o Ibovespa são:

Cód. Ativo Cot R$ % Dia
 CPLE6 COPEL PNB 29,56 +5,68
 TIMP3 TIM PART S/AON 8,27 +5,48
 ENBR3 ENERGIAS BR ON 13,38 +3,72
 MRFG3 MARFRIG ON 6,97 +3,72
 SMLE3 SMILES ON 39,71 +3,22

 

 

Na ponta negativa, as ações da Vale (VALE3, R$ 15,22, -0,72%; VALE5, R$ 11,23, -0,35%) registram perdas apesar da alta do minério de ferro. A commodity spot com 62% de pureza e entrega no porto de Qingdao subiu 2,30% a US$ 58,82 a tonelada seca.  

As maiores baixas dentre as ações que compõem o Ibovespa são:

Cód.AtivoCot R$% Dia
 QUAL3 QUALICORP ON 13,48 -2,46
 GOAU4 GERDAU MET PN 2,07 -2,36
 JBSS3 JBS ON 11,76 -1,59
 ITUB4 ITAUUNIBANCOPN 32,69 -1,51
 CYRE3 CYRELA REALTON 10,94 -1,44

 

Os papéis da Petrobras (PETR3, R$ 10,21, -0,87%; PETR4, R$ 8,04, -0,99%) operam com leves perdas. No radar da estatal, segundo o jornal O Estado de S. Paulo, a Petrobras quer vender 81% da rede de gasodutos TAG. E, apesar da necessidade de recursos, a estatal está disposta a ganhar menos com a venda de ativos para evitar contratos que levem a empresa a ter de assumir passivos trabalhistas e tributários no futuro. Nas negociações mais avançadas, com previsão de serem concluídas ainda neste semestre - como a venda da subsidiária na Argentina e da malha de gasodutos do Sudeste -, a estratégia é priorizar um modelo de contrato livre de amarras e garantias para o comprador, mesmo que, para isso, a estatal acabe recebendo um valor menor pelo ativo. Na Argentina, a subsidiária está sendo negociada exclusivamente com a Pampa Energia, que ofereceu US$ 1,5 bilhão à Petrobras.

Cenário externo
Lá fora, os índices Dow Jones e S&P 500 operam entre perdas e ganhos após cinco semanas consecutivas de alta. No noticiário econômico do país, as vendas de imóveis usados caiu 7,1% em fevereiro na comparação anual. Segundo o economista-chefe da Moody's, John Lonski, os últimos dados econômicos do país indicam que os EUA continuarão a crescer a um passo moderado. 

Especiais InfoMoney:

As novidades na Carteira InfoMoney para março

André Moraes diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa

 

Contato