EXPERIMENTE!

Clique e experimente a
versão rápida do

Em mercados / acoes-e-indices

HSBC corta Vale e Bradespar, CVM abre processo contra Petrobras; veja mais 14 no radar

Vale falou sobre Samarco e JPMorgan cortou a avaliação de crédito do Banco do Brasil para underweight

Vale
(Bloomberg)

SÃO PAULO - O dia promete ser bastante movimentado para o mercado, em meio ao cenário de tensão global com a forte queda do petróleo e preocupação com o crescimento global. No noticiário corporativo, o dia também é movimentado. Em destaque, está a Petrobras (PETR3;PETR4). 

Em comunicado ao mercado, a estatal diz que iniciou negociações para a alienação de sua participação na companhia Petrobras Argentina. Até o momento, não há qualquer acordo firmado que confira segurança quanto à conclusão da transação, nem deliberação por parte da diretoria ou conselho.

 A Petrobras tem 2 propostas de compra da sua operação argentina. Segundo a Folha informou ontem, a Pampa e estatal argentina YPF acenaram intenção de comprar a Petrobras Energía, segundo a Folha afirmou em 19 de janeiro. Em nota, a YPF diz não ter feito oferta por ativos da Petrobras na Argentina.

Já o fundo de pensão de estatal Petrobras, a Petros, atuou em defesa da sua patrocinadora para evitar que a empresa Sete Brasil entre com pedido de recuperação judicial e, assim, pressione a Petrobras para fechar contrato de construção e operação de embarcações que serão instaladas no pré-sal, segundo fonte a par das negociações. A discussão sobre o pedido de recuperação começou a ser tratada na última segunda-feira, dia 18, em reunião dos sócios, entre eles a Petros, e prosseguiu até esta terça-feira, 19. Ao fim do dia, a proposta foi derrubada.

Além disso, de acordo com o Estadão, questionamentos de acionistas da Petrobras levaram a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) a abrir um novo processo sancionador envolvendo a estatal e alguns ex-dirigentes. Além da companhia, o órgão regulador do mercado de capitais apura a responsabilidade dos ex-presidentes Graça Foster e José Sergio Gabrielli, do ex-diretor de Relações com Investidores Almir Barbassa, além do Bradesco BBI e de Bruno Boetger, executivo do banco, por falhas nas informações divulgadas aos investidores na capitalização que levantou US$ 69,9 bilhões em 2010. A CVM menciona possível indução a erro.

O caso começou a ser analisado no ano passado, quando minoritários reclamaram que passariam a ter direito a voto, diante da decisão da empresa de não pagar dividendos mínimos prioritários referentes a 2014.

Além disso, a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) atendeu a pedido da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) e adiou para 10 de fevereiro o prazo para apresentação de defesa em processo que apura se a União Federal, no papel de controladora da Petrobras, violou o artigo 116, parágrafo único, da Lei 6.404/76, a Lei das S.A. A investigação da CVM foi aberta em outubro do ano passado. O novo prazo para a entrega da defesa pela PGFN, que atua como advogada da União no caso, está publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira, 20. Segundo o parágrafo único desse artigo, o acionista controlador deve usar o poder a fim de fazer a companhia realizar o seu objeto e cumprir sua função social. Além disso, cita que o controlador tem deveres e responsabilidades para com os demais acionistas da empresa, os funcionários e para com a comunidade em que atua, cujos direitos e interesses deve lealmente respeitar e atender.

Vale
A Samarco e seus acionistas, Vale (VALE3;VALE5) e BHP Billiton, informaram que estão trabalhando com as autoridades federais e estaduais em um acordo voltado para a continuidade das ações de remediação aos impactos socioambientais decorrentes do rompimento da barragem de Fundão. "O objetivo é estabelecer os termos para executar os planos de recuperação com eficiência e transparência. Na terça-feira (19/1), foram definidos os grupos de trabalho para atuação imediata, de forma articulada e complementar", informou a Vale em comunicado.

Além disso, a Vale e a holding da mineradora, Bradespar (BRAP4) tiveram suas recomendações cortadas de compra para hold pelo HSBC. O preço-alvo do ADR da Vale foi cortado de US$ 5 para US$ 2,20, enquanto o das ações PNA foi cortado de R$ 16,90 para R$ 7,30. Já o preço-alvo da Bradespar foi cortado de R$ 9,40 para R$ 3,30.  

Segundo o analista Leonardo Shinohara, a qualidade do produto e a resiliência não são suficientes para suportar a queda dos preços do minério de ferro. Eles revisaram a previsão para o Ebitda, de queda de 33%. 

Banrisul
O Banrisul (BRSR6) comentou a decisão do governo do Rio Grande do Sul de licitar a folha de pagamento dos servidores. O banco vai avaliar os possíveis impactos da decisão do governo.

 

 Banco do Brasil
Ontem, o JPMorgan cortou a avaliação de crédito do Banco do Brasil (BBAS3) para underweight (exposição abaixo da média do mercado). Segundo o JPMorgan, a m
dança foi feita com base nas expectativas de maior deterioração da qualidade de ativos e geração de caixa mais fraca que a de seus pares. 

As "notícias recentes de possível interferência do governo adicionou cautela pelo fato de que a pressão para emprestar poderia pressionar a capitalização do banco ainda mais”. O banco afirma que a carteira do BB está relativamente concentrada em indústrias de alto risco e que a piora na qualidade dos ativos pode ser maior que a esperada pela magnitude da recessão no Brasil, concentração da carteira de crédito corporativa do BB e sua exposição a segmentos de alto risco, como petróleo e gás, construção/imobiliário, telecomunicações, aço, transportes e financiamento de veículos.

JHSF
A JHSF (JHSF3) informa que o Conselho de Administração aprovou, em reunião realizada ontem, os termos da Proposta Vinculante, pelo acionista controlador para comprar a JHSF NY, JHSF NY2,  JHSF USA, JHSF (Uruguay) e JHSF International Limited, domiciliada nas Bahamas. O valor de venda dos ativos é de US$ 200 milhões, incluindo US$ 170 milhões em assunção de dívidas e US$ 30 milhões em caixa, segundo comunicado. A proposta foi objeto de fato relevante em outubro do ano passado. 

Bradesco
Em entrevista ao Valor Econômico em Davos, o presidente do Bradesco (BBDC4), Luiz Carlos Trabuco, disse que a demanda por crédito novo na economia é "quase inexistente" e elogiou a nota divulgada pelo presidente do BC, Alexandre Tombini, sobre as projeções do FMI para o Brasil. Trabuco disse ao Valor que a política monetária "tem exercido seu papel" no combate à inflação. 

BTG Pactual
Em entrevista à Bloomberg, o diretor financeiro do BTG (BBTG11), João Marcello Dantas, afirmou que o banco resgatou a maioria dos passivos mais curtos. Segundo ele, o caixa em reais está 15% maior do que antes de eventos de novembro e o banco não vê necessidade de tomar aprox. R$ 1 bilhão que ainda restam da linha de R$ 6 bilhões do FGC. Dantas afirmou ainda que o BTG não tomou nenhuma decisão em relação a demissões e espera que o pagamento de dividendo retome nível habitual em pouco tempo.

Contax
Em AGE (Assembleia Geral Extraordinária) de debenturistas, a Contax (CTAX4) aprovou alongamento de endividamento; debêntures de 1ª, 2ª e 3ª emissões vencerão em dezembro de 2021.

Embraer
A Embraer (EMBR3) informou que iniciou produção de partes do 
Jato E195-E2.

Eneva
A Eneva (ENEV3) informou que, em reunião do Conselho de Administração realizada ontem, foi eleito José Aurélio Drummond Jr. para o cargo de diretor-presidente da companhia, em substituição a Alexandre Americano. Americano reassumiu a Diretoria Jurídica e Regulatória, cargo que ocupava anteriormente, uma vez concluída a implementação do plano de estabilização financeira da Companhia, durante a qual sua atuação foi de fundamental importância. Na mesma reunião do Conselho de Administração, o conselheiro Fábio Pinheiro foi eleito para presidir este órgão da administração. 

OGPar
A Óleo e Gás Participações (OGXP3) informou nesta terça-feira que solicitou à Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) a interrupção temporária por até um ano da produção do Campo de Tubarão Martelo.

Esta suspensão foi baseada "nas atuais adversidades do setor de petróleo e gás, tais como o cenário de quedas no preço do brent no mercado internacional", disse a empresa em fato relevante, mencionando, ainda, os altos custos de leasing. A empresa disse também que a estimativa inicial de elevada produtividade dos poços posteriormente mostrou-se incompatível com o potencial efetivo do campo.

"A paralisação do campo por até um ano permitirá ...avaliar a melhor maneira de retomar a produção do referido campo, considerando a utilização de novas tecnologias e viabilidade econômica do ativo", disse a empresa, em fato relevante. A ANP tem até 60 dias para avaliar a proposta.

Em comunicado, a companhia também informou que solicitou a Eike Batista e à 9 West Finance S.À R.L, empresa afiliada à Mubadala Development Company, maiores esclarecimentos sobre as condições precedentes envolvidas na possível transferência das ações da OSX Brasil, com o objetivo de analisar os eventuais impactos dessa operação na condução das suas atividades e, inclusive, na relação com seus investidores. Eike transferiu 28,79% do capital social da OSX, empresa de construção naval, divulgada na noite de segunda-feira.

Pine
O Banco Pine (PINE4) aprovou programa de recompra de até 500 mil ações até janeiro de 2017; o banco recomprou 1,2 milhões de preferenciais do programa anterior.

Romi
Já a Romi (ROMI3) informou que conclui programa de recompra com a aquisição de
3,1 milhões ações por R$ 5,6 milhões. 

Rodobens
A Rodobens (RDNI3) informou em comunicado que Mauro Bueno Meinberg foi eleito diretor
presidente da companhia. Milton Jorge de Miranda Hage apresentou aos conselheiros sua renúncia ao cargo de Diretor Presidente. 

Gol
Em relatório, o Bradesco BBI afirmou que a r
etirada das restrições ao capital estrangeiro no setor pode acelerar potenciais acordos entre Gol (GOLL4) e Delta ou Azul. "A Gol pode ser um grande negócio para Delta”, com o retorno para Delta podendo ser de 5,6 vezes.

 As sinergias, além de conectividade da rede, viriam do custo de redução da dívida, otimização da frota, uso de R$ 4,7 bi em em créditos tributários contabilizados no balanço patrimonial da Gol e do poder de negociação com a Boeing.

O potencial de fusão com Azul “não pode ser descartada”, afirmam. A "Gol e Azul poderiam unir suas operações para capturar sinergias de rede”. "Além disso, um acordo poderia permitir a otimização do tamanho da frota com a potencial venda de aeronaves para TAP e HNA Group”. Porém, afirmam,  a participação da United na Azul pode ser um obstáculo (dada a participação da Delta na Gol)”. O banco reduziu o preço-alvo no fim de 2016 de Gol de R$ 7,00 para R$ 4,00 e mantém recomendação outperform para GOLL4 dada a combinação de múltiplos atrativos, potencial M&A potencial com Delta ou Azul e recuperação dos resultados com cortes na capacidade doméstica. 

Fibria
O Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) julgou improcedente nesta terça-feira um recurso da Fibria (FIBR3) contra um auto de infração de 1,63 bilhão de reais, informou a companhia em comunicado ao mercado.

De acordo com a companhia, o auto de infração se refere à "permuta das cotas de sociedades detidas pela Fibria, naquela ocasião Votorantim Celulose e Papel (VCP), e International Paper, com a consequente transferência de ativos industriais e florestais". "Salientamos que esta decisão é da Câmara Superior do Carf e ainda não foi formalizada através do competente acórdão. Após a publicação do acórdão, a companhia analisará a conveniência de apresentar recurso ainda na esfera administrativa. Caso não seja oportuno o recurso na esfera administrativa a discussão prosseguirá no Poder Judiciário, com baixo impacto financeiro, correspondente ao pagamento da garantia judicial", informou a empresa.

Baixe agora a Carteira InfoMoney 2016! Basta deixar o seu email abaixo:

Contato