Em mercados / acoes-e-indices

Ibovespa fecha em queda de 0,3% em meio a tensão política e Fed perto de subir juros

Mercado faz movimento pendular e termina a sessão longe da mínima e também da máxima, marcando leve baixa com cenário doméstico indefinido

Ações
(Shutterstock)

SÃO PAULO - O Ibovespa fecha em leve queda nesta quarta-feira (2), tendo feito um movimento pendular durante toda a sessão. O índice chegou a subir 0,65% e a cair 1,04%, mas acabou terminando o pregão em um ponto intermediário, o que evidencia a indefinição do cenário no mercado atualmente. Se no noticiário externo parece claro que o Federal Reserve irá elevar os juros neste mês, o cenário doméstico não está nem longe de ter alguma resolução. Nesta tarde, a sessão que trata da cassação do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) foi novamente adiada. A questão da mudança da meta fiscal também está em aberto.

O benchmark da Bolsa brasileira teve uma leve queda de 0,29% a 44.914 pontos. O volume financeiro negociado na Bovespa foi de R$ 7,556 bilhões. Já o dólar comercial caiu 0,50% a R$ 3,8325 na compra e a R$ 3,8355 na venda. O dólar futuro para janeiro de 2016 teve queda de 0,66% a R$ 3,867. 

Às 17h (horário de Brasília), a notícia que fechou o pregão foi a divulgação do Livro Bege do Federal Reserve. Entre os destaques, o documento citou um modesto crescimento da economia americana na maioria dos distritos do Fed. O dólar forte, os preços baixos das commodities e a fraca demanda global foram pontuados por diversas regiões como fatores que restringiram a expansão da demanda. 

Antes disso, em dois discursos que ocorreram hoje, a presidente do Fed, Janet Yellen, mostrou estar preocupada com os danos econômicos que um adiamento da alta dos juros pode causar. A líder do Fed disse que ainda há muito para a economia melhorar, mas elogiou o crescimento recente e a melhora do emprego no país, o que reforça sua opinião sobre uma alta de juros daqui duas semanas. Mais cedo, a pesquisa ADP mostrou 217 mil novas vagas de emprego criadas nos EUA em novembro contra 185 mil esperadas. O número reduz a incerteza e deixa praticamente certo que o Federal Reserve elevará os juros este mês. 

No mercado de juros futuros, os DIs mantém a sua trajetória de queda iniciada ontem com a forte queda do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro no terceiro trimestre, reduzindo as chances de que o BC eleve a Selic num futuro próximo. O DI para janeiro de 2017 cai 7 pontos-base a 15,68%, ao passo que o DI para janeiro de 2021 recuava 11 pontos-base a 15,70%. 

Cunha e meta fiscal
Por aqui, os três deputados do PT que compõem o Conselho de Ética na Câmara decidiram votar em favor da admissibilidade do relatório contra o presidente da casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Zé Geraldo (PT-PA), Leo de Brito (PT-AC) e Valmir Pascidelli (PT-SP) anunciaram, nesta quarta-feira (2), que adotarão postura consonante à exigida pelo presidente do partido, Rui Falcão. Os votos da bancada petista são lidos como determinantes para o andamento do processo. Logo após a decisão, a sessão para a votação foi adiada.

Enquanto isso, a sessão do Congresso Nacional destinada a apreciar o projeto de lei que muda a meta fiscal de 2015 foi retomada hoje com obstrução da oposição. Dois requerimentos dos oposicionistas, um para inversão de pauta e outro para inversão de preferência, já foram votados e rejeitados pelo plenário.

Ações em destaque
Do lado negativo, uma das maiores baixas entre as ações que compõem a carteira teórica do Ibovespa foi a do Itaú Unibanco (ITUB4, R$ 27,10, -3,18%), que ficou distante do desempenho estável das outras empresas do setor financeiro, como Bradesco (BBDC3, R$ 24,19, +0,35%; BBDC4, R$ 20,97, -0,07%), que ficou entre perdas e ganhos e Banco do Brasil (BBAS3, R$ 16,42, +0,80%), que teve leve alta. 

As maiores baixas, dentre as ações que compõem o Índice Bovespa, foram:

 Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano
 TIMP3 TIM PART S/A ON 7,49 -3,35 -35,33
 ITUB4 ITAUUNIBANCO PN ED 27,10 -3,18 -10,08
 GOAU4 GERDAU MET PN 1,86 -3,13 -83,27
 CSNA3 SID NACIONAL ON 4,98 -3,11 -3,64
 FIBR3 FIBRIA ON ED 50,66 -3,02 +67,38

 

 

Já a Vale (VALE3, R$ 12,94, +0,78%; VALE5, R$ 10,39, +0,19%) ganhou força e virou para alta depois da companhia e a Samarco convidarem ontem a Advocacia-Geral da União (AGU) e as Procuradorias de Minas e Espírito Santo para uma reunião nesta quarta-feira, em Belo Horizonte. As empresas vão se posicionar sobre a ação judicial de cobrança de R$ 20 bilhões de indenização pelo desastre em Mariana, Minas Gerais. Além disso, o Ministério Público já trabalha com a possibilidade de falência da Samarco por conta das despesas com reparação ambiental pelo rompimento da barragem da empresa no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana, Minas Gerais, e estuda cobrar participação das duas controladoras da mineradora, Vale e BHP Billiton, na cobertura dos prejuízos.

Além disso, hoje foi mais um dia de queda do minério de ferro. A commodity spot com 62% de pureza e entrega no porto de Qingdao teve uma desvalorização de 2,63% a US$ 41,13. 

As maiores altas, dentre os papéis que compõem o Índice Bovespa, foram:

 Cód.AtivoCot R$% Dia% Ano
 ESTC3 ESTACIO PART ON 14,94 +8,26 -36,16
 MRFG3 MARFRIG ON 6,14 +5,14 +0,66
 CYRE3 CYRELA REALT ON 7,87 +4,79 -26,39
 KLBN11 KLABIN S/A UNT N2 23,98 +4,62 +66,25
 ELET3 ELETROBRAS ON 5,77 +4,53 -0,52

 

 

As ações da Petrobras (PETR3, R$ 9,47, +2,49%; PETR4, R$ 7,52, +0,40%) fecharam em alta. No radar, a estatal obteve aval do Cade para vender fatia da Gaspetro para a Mitsui. A operação fo aprovada sem restrições, segundo despacho do Cade publicado no Diário Oficial. A Operação envolve compra, por parte da Mitsui Gás e Energia do Brasil, de participação minoritária no capital social da Gaspetro. Em outubro, a Petrobras autorizou venda de 49% da Gaspetro para a Mitsui por R$ 1,9 bilhão. 

Ainda afetando a petroleira, o preço do barril do petróleo WTI (West Texas Intermediate) caiu impressionantes 4,42% a US$ 40,00 hoje. Enquanto isso, o barril do Brent para janeiro 4,32% a US$ 42,52.

Subiram também os papéis da JBS (JBSS3, R$ 12,20, +4,45%). O frigorífico caiu mais de 15% nos últimos dias diante de notícias da investigação do TCU (Tribunal de Contas da União) acerca de um possível beneficiamento da JBS pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). O órgão descobriu que o banco de apoio do governo pode ter tido um prejuízo de R$ 848 milhões por ajudar a controladora da Friboi.

As ações mais negociadas, dentre as que compõem o índice Bovespa, foram:

 CódigoAtivoCot R$Var %Vol1
 ITUB4 ITAUUNIBANCO PN ED 27,10 -3,18 566,03M
 CIEL3 CIELO ON 34,61 -0,40 400,63M
 PETR4 PETROBRAS PN 7,52 +0,40 349,73M
 BBDC4 BRADESCO PN EJ 20,97 -0,07 337,68M
 VALE5 VALE PNA 10,39 +0,19 307,40M
 BRFS3 BRF SA ON 56,22 -0,14 297,84M
 ABEV3 AMBEV S/A ON 18,44 -1,55 261,60M
 ITSA4 ITAUSA PN ED 7,30 -1,75 230,17M
 LREN3 LOJAS RENNER ON 16,98 -2,97 228,31M
 BVMF3 BMFBOVESPA ON EJ 11,52 -0,69 192,05M

* - Lote de mil ações 
1 - Em reais (K - Mil | M - Milhão | B - Bilhão)
 

Cenário externo
As bolsas norte-americanas operam em queda, mesmo sentido das europeias, que refletiram um movimento de cautela com os dados dos EUA. Os mercados ficaram de olho também na fala da presidente do Fed, Janet Yellen, que deixou mais próxima uma elevação dos juros nos EUA em dezembro. 

Já os mercados acionários asiáticos mostraram cautela nesta quarta-feira após dados fracos da indústria norte-americana levantarem questões sobre qual será o nível da agressividade do Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, quando começar a elevar a taxa de juros. O setor industrial dos EUA contraiu no mês passado ao nível mais fraco desde junho de 2009, segundo o ISM.

A bolsa de Xangai subiu 2,33% com os investidores deixando as ações de empresas com menor valor de mercado para as blue chips, com as ações do setor imobiliário subindo pelo segundo dia com especulações de mais estímulos do governo. O japonês Nikkei, por sua vez, teve leve baixa de 0,37%. 

É hora ou não é de comprar ações da Petrobras? Veja essa análise especial antes de decidir:

 

Contato