Em mercados / acoes-e-indices

Amigo do "Lobo de Wall Street", ex-milionário vira morador de rua em NY

O jornal americano noticiou que, após quase trinta anos de festas regadas a bebidas caras e drogas pesadas, a sorte de William King mudou de forma drástica

Will King
(Twitter - Sergeant Benevolent Association)

SÃO PAULO - Se nos anos 1980, William "Preston" King vivia em um amplo apartamento no Soho, bairro nobre da cidade de Nova York, dirigia uma BMW e trabalhava em empregos privilegiados como no Merrill Lynch e Oppenheimer & Co, a situação atual é bem diferente. Se antes, ele estava no "topo do mundo", hoje ele vive nas ruas da cidade.

Depois de esbanjar seu dinheiro, este homem, um amigo do polêmico investidor Jordan Belfort, que inspirou o filme "O Lobo de Wall Street", agora dorme sobre caixas de papelão, de acordo com notícia do jornal New York Post.

O jornal americano noticiou que, após quase trinta anos de festas regadas a bebidas caras e drogas pesadas, a sorte de King mudou de forma drástica. Hoje, de acordo com informações de sua própria família, ele dorme sobre embalagens vazias de pizza em uma calçada da Greenwich Village.

A cena foi captada em uma fotografia que faz parte de uma coleção do NYPD (sindicato dos sargentos do Departamento de Polícia de Nova York), que faz parte de uma campanha para incitar a prefeitura da cidade a agir contra a proliferação de moradores de rua.

"Ele tinha tudo o que quisesse", disse sua irmã Kristine King, de 45 anos ao jornal e diz tê-lo visto pela última vez em janeiro. "Quero que ele saiba que sua irmã o ama e quer ajudá-lo e ter certeza de que ele está bem", afirmou ao jornal. "Ver aonde ele chegou e, então, onde ele está agora, dormindo em caixas de papelão, é impensável para mim e comovente", afirmou.

Kristine contou a história de seu irmão, de 52 anos, destacando que ele aprendeu sozinho cinco línguas estrangeiras. Mas seus demônios sempre venceram, eventualmente destruindo seu casamento com uma mãe solteira com quem ele tinha se mudado para a Flórida. Ele voltou a Nova York e conseguiu um emprego em um reality show através de sua irmã, que é produtora - mas depois o perdeu após aparecer para trabalhar bêbado.

Apesar dos "caminhos tortos" pelos quais ele estava indo, o choque foi grande para toda a família ao ver a foto dele nas ruas, já que os parentes não tinham conhecimento da situação de King.

 

Contato