Em mercados / acoes-e-indices

Após saída de réus na Lava Jato, Camargo Corrêa contrata Artur Coutinho para presidente

Artur Coutinho trabalhou por 28 anos na Embraer, de onde saiu como vice-presidente executivo de operações

Ponte sobre o Rio Negro, da Camargo Corrêa
(Divulgação)

SÃO PAULO - A Construtora Camargo Corrêa informou que a partir de hoje, o novo presidente executivo da companhia será Artur Coutinho. Ele assume a vaga deixada por Dalton Avancini, que cumpre prisão domiciliar, após fechar acordo de delação premiada no âmbito da Operação Lava-Jato. Além de Avancini, outros dois executivos da companhia, Eduardo Leite e João Auler, estavam afastados desde a prisão em novembro de 2014 e, segundo a empresa, foram demitidos em abril. 

Artur Coutinho trabalhou por 28 anos na Embraer, ocupou diferentes cargos de direção nas áreas de produção, serviços ao cliente, treinamento e qualidade chegando à vice-presidente executivo de operações (COO).

A construtora informou também que criou uma diretoria de governança corporativa “para centralizar os diversos esforços de aprimoramento de seus programas de controle interno e transparência administrativa”. Para essa diretoria foi nomeado Flavio Rímoli, também ex-executivo da Embraer, onde trabalhou por 33 anos. 

(Com Bloomberg)

 

Contato