Em mercados / acoes-e-indices

Ibovespa acelera alta, sobe mais de 2% e encosta nos 53 mil pontos

Por volta das 14h40, apenas 2 das 72 ações do índice operavam em queda; imobilliárias lideram altas, Petrobras sobe mais de 4%, enquanto Vale e bancos avançam cerca de 3%

SÃO PAULO - Embalado com a expectativa de que a presidente Dilma Rousseff veja seus concorrentes acirrarem a corrida presidencial na pesquisa eleitoral Sensus/IstoÉ, que sairá neste sábado, o Ibovespa acelera seus ganhos na tarde desta sexta-feira (2) pós-feriado, impulsionado principalmente pela alta de mais de 4% das ações da Petrobras (PETR3, PETR4). Às 14h18 (horário de Brasília), o benchmark da bolsa brasileira subia 2,34%, a 52.834 pontos, com apenas 5 das 72 ações do índice operando no negativo neste momento.

As maiores altas do índice neste momento são: Gafisa (GFSA3, R$ 3,88, +6,89%), Marfrig (MRFG3, R$ 4,43, +6,49%), Gol (GOLL4, R$ 15,13, +5,88%), PDG (PDGR3, R$ 1,44, +5,11%) e Anhanguera (AEDU3, R$ 14,45, +4,71%). As blue chips Vale, Bradesco e Itaú Unibanco, que juntas de Petrobras e Ambev respondem pelas maiores participações na composição do Ibovespa, marcam altas na faixa de 3%, colaborando para o desempenho positivo do Ibovespa.

A distribuidora de bebidas Ambev, aliás, que era uma das maiores baixas do índice, virou para leve alta nesta sessão. As ações da companhia tinham o segundo dia de queda, sofrendo após o aumento da taxação da cerveja e refrigerante, mas viraram para o positivo. A elevação valerá a partir de 1º de junho e poderá ter impacto de 1,3% sobre o preço final das bebidas frias, resultando num aumento de arrecadação pela Receita de R$ 1,5 bilhão. 

Cabe destacar ainda a terceira e última prévia do Ibovespa, que colocou as ações da empresa de bebidas como a quarta maior participação do índice. A ação com maior peso na terceira prévia é a do Itaú Unibanco (ITUB4), com fatia de 10,071%, seguida pela preferencial do Bradesco (BBDC4), com 7,601%, e pela preferencial da Petrobras, com 7,545%. Com a quarta maior participação, aparece a ação da Ambev, com 5,765%, e, com a quinta, a preferencial da Vale (VALE5), com 5,601%. No total, a prévia conta com 71 ativos.


As maiores altas, dentre as ações que compõem o Índice Bovespa, são:

 Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano
 GFSA3 GAFISA ON ED 3,88 +6,89 +12,42
 MRFG3 MARFRIG ON 4,44 +6,73 +11,00
 GOLL4 GOL PN N2 15,13 +5,88 +44,37
 PDGR3 PDG REALT ON 1,45 +5,84 -19,89
 CSNA3 SID NACIONAL ON 9,04 +5,61 -37,13


As maiores baixas, dentre os papéis que compõem o Índice Bovespa, são:

 Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano
 ELET6 ELETROBRAS PNB EJ 10,82 -0,94 +25,18
 CMIG4 CEMIG PN ED 15,99 -0,67 +27,52
Ucrânia e Rússia no radar
O agravamento das tensões envolvendo Rússia e Ucrânia voltam a chamar atenção no front internacional nesta sexta-feira, com lideranças geopolíticas apelando para que o governo do russo Vladimir Putin tomem medidas mais enérgicas para que militantes separatistas libertem observadores internacionais detidos. Ao mesmo tempo, um porta-voz de Moscou acusou o governo ucraniano de fazer bombardeios aéreos contra civis.

Reunidos nesta data, os chefes de Estado de Alemanha e EUA, Angela Merkel e Barack Obama, respectivamente, pediram reações imediatas às lideranças russas. Em declaração na Casa Branca ao lado da chanceler alemã, Obama disse que os dois estão unidos no desejo de impor um preço à Rússia por suas ações na Ucrânia.

 

Contato