Em mercados / acoes-e-indices

Consultor rebate Buffett e diz que "oráculo" poderia lucrar mais com bitcoin

Fundador de uma consultoria de negócios nos EUA defendeu moeda virtual e sugeriu que Buffett a usasse; megainvestidor sempre se mostrou cético ao sucesso das bitcoins

Warren Buffett - Berkshire Hathaway - Omaha - 05/05/12
(Lane Hickenbottom/Reuters)

SÃO PAULO - Em meio a tantos revezes do mercado de bitcoins nos últimos meses - pedido de proteção à falência por parte de grandes corretoras, ataque a hackers e o mistério em relação à identidade do criador da moeda - quem nunca apostou na moeda virtual acaba ganhando ares de "oráculo" no mercado.

E um dos que nunca acreditou na moeda já é conhecido como oráculo, de Omaha. É o investidor bilionário Warren Buffett, da Berkshire Hathaway que, desde que o bitcoin ganhou destaque no mercado, sempre recomendou evitar exposição e o qualificou como uma "miragem". 

"Isto não é uma moeda. Ela não reage aos eventos como uma moeda. Este não é um meio durável de troca. Ela tem sido um meio especulativo - muito especulativo - onde as pessoas compram e vendem esses ativos na esperança de vê-los subindo ou caindo assim como ocorreu com a bolha das tulipas", explicou Buffett uma vez, durante entrevista à rede norte-americana CNBC. 

Porém, também em artigo para a CNBC, o fundador da consultoria Articular Ventures quer provar que o "Oráculo de Omaha" está enganado sobre os bitcoins. Vance Crowe, que possui a moeda apesar de sua empresa não trabalhar com bitcoins, destacou que a moeda está longe de ser uma miragem e que a declaração de Buffett deve ser combatida. "Se Buffett acredita no que está dizendo, ele está vulnerável a induzir milhões de pessoas ao erro", afirmou.

"A minha geração cresceu olhando para o 'Oráculo de Omaha, como ele é conhecido, como um sábio prudente das finanças. E assim, é com o maior respeito que eu tenho que corrigir suas analogias e sua previsão de que a bitcoin é uma miragem . As pessoas que o ouvem sobre bitcoin estão perdendo a oportunidade de entender um sistema que é realmente melhor do que o que temos agora", afirmou. 

Por que confiar no bitcoin?
Vamos aos pontos: Crowe ressalta que, em 2013, quem tinha colocado o seu dinheiro na Berkshire, teria tido um retorno de 23%, enquanto o bitcoin teve uma alta de 4.900%. Para o consultor, esses retornos tão mais fortes da moeda virtual não podem ser ignorados. 

Crowe ressalta ainda que é fácil desprezar o bitcoin, tomando preconceituosamente que as operações se constituem em um mercado sem lei, uma espécie de "paraíso hacker". O próprio defensor da moeda afirmou que tinha essa visão cética, mas amigos e colegas especialistas em ciência da computação mostraram para ele que não é bem assim, após ensiná-lo por horas e horas como funcionam e se dá o registro das moedas. 

E a própria Articular Ventures foi paga em bitcoin pelo trabalho real que foi feito, sendo usado para comprar material de escritório em uma loja virtual. "Eu lhe asseguro que o bitcoin é real para os meus clientes - e eu compro coisas com ele.

Além disso, Crowe afirma que Buffett errou ao fazer que a analogia entre bitcoin e cheque: "o bitcoin não representa dinheiro, ele é dinheiro. Se alguém me enviou um cheque de US$ 100, o ele é apenas uma promessa. Já o bitcoin é o próprio dinheiro, podendo ser instanteamente gasto na forma atual". A moeda virtual, alega ele, é uma forma de dinheiro relativamente segura, sem depender de um intermediário financeiro e sem impostos de transferência. E, para Crowe, o bitcoin é uma grande inovação que torna as transações financeiras mais rápidas e mais baratas, permitindo assim que mais pessoas participem da economia. 

E o pedido de falência da Mt. Gox, maior corretora da moeda virtual, não deve ser visto como o fracasso do bitcoin e, sim como um fracasso das pessoas que executaram a troca. "A beleza acidentada do sistema bitcoin é que os indivíduos são responsáveis pelos próprios investimentos". E afirma que o mundo é melhor quando as pessoas tomam a responsabilidade para si. 

"Eu sei que Buffett afirma investir apenas em coisas que ele entende, então eu espero que ele ainda vá levar algum tempo para aprender mais sobre bitcoins", diz Crorw, destacando que a moeda executa todas as funções necessárias de dinheiro: unidade da conta, meio de troca e reserva de valor. 

E, apesar de afirmar que o "Oráculo" está errado, o consultor diz que é muito difícil sugerir isso já que a sua geração aprendeu muito com ele. Mas diz que, se Buffett fez muitas coisas com a moeda como conhecemos, não pode nem imaginar o que ele faria com a bitcoin, que possui muitas qualidades. 

 

Contato