Em mercados / acoes-e-indices

Novidades da 3ª prévia, Tractebel sobe 5% com entrada e MMX cai na despedida do Ibovespa

Nova carteira do Ibovespa entra em vigor na próxima segunda-feira, com nova metodologia

MMX 02 - Serra Azul
(Divulgação MMX)

SÃO PAULO - A BM&FBovespa divulgou na manhã desta sexta-feira (3) a terceira e última prévia da carteira do Ibovespa, com duas mudanças que não constavam das duas prévias anteriores: a entrada da Tractebel (TBLE3), com uma participação de 0,647% e a saída da MMX Mineração (MMXM3).

As ações da última companhia estão cotadas abaixo de R$ 1,00, o que será um impeditivo para que os ativos componham o índice a partir da carteira de maio, de acordo com a nova metodologia, divulgada em setembro do ano passado.

E as ações respondem de forma bastante clara a essas novidades. Enquanto os ativos da Tractebel sobem forte com a nova carteira, que entrará em vigor entre janeiro e abril, as ações da MMX registram a maior queda do Ibovespa na sua despedida do índice, uma vez que a nova carteira entrará em vigor na próxima segunda-feira (6). 

Os ativos MMXM3 tinham, às 10h40 (horário de Brasília), baixa de 7,46%, a R$ 0,62, após chegar a cair 10,45%, a R$ 0,60, na mínima intradiária. Já os papéis TBLE3 têm uma das maiores altas da bolsa, com ganhos de 4,93%, a R$ 38,32 no mesmo horário, após chegar a subir 5,42% na cotação máxima do intraday. 

 

Contato