Em mercados / acoes-e-indices

Ibovespa registra leve alta na esteira das bolsas mundiais; Eletropaulo cai 2%

Em dia de positivo para as bolsas mundiais, mercado fica de olho no leilão da BR-040 e no resultado do governo central

ações - bolsa - cotações - mercados 4
(Getty Images)

SÃO PAULO - O Ibovespa registra alta na sessão desta sexta-feira (27), seguindo o dia positivo nas bolsas mundiais no seu penúltimo dia de pregão em 2013 após a alta da véspera em Wall Street. Às 10h05 (horário de Brasília), o índice registrava ganhos de 0,26%, a 51.354 pontos, com o mercado de olho no leilão da BR-040, que corta de maneira integral os estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais e parcialmente o estado de Goiás e no resultado do governo central. 

Enquanto as principais blue chips do Ibovespa, Petrobras (PETR3;PETR4) e Vale (VALE3;VALE5) têm ganhos entre 0,3% e 0,5%, ajudando a sustentar a leve alta no índice, os papéis de outras grandes empresas chamam a atenção. Em destaque, estão os papéis da Eletropaulo (ELPL4), que registra a maior queda do índice com perdas de 2% após previsão de menor receita com a revisão da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). A empresa estimava um efeito positivo de R$ 75 milhões, mas o retificou para cerca de R$ 40 milhões.

Nesta sessão, poucas ações registram oscilação expressiva, com destaque positivo para a Brookfield (BISA3), com ganhos de 1,89%, a R$ 1,08. Apenas cinco papéis têm desempenho positivo acima de 1%. 

Ásia e Europa
A maioria dos mercados asiáticos fecharam em alta nesta sexta-feira após o outro desempenho bastante positivo de Wall Street na véspera. A bolsa de Xangai foi o grande destaque, com valorização de mais de 1%, puxada pela queda nas taxas no mercado monetário e com a China colocando o iuan em sua máxima histórica. 

O movimento foi impulsionado pelo desempenho das bolsas norte-americanas na véspera, com o Dow Jones batendo novo recorde, enquanto o S&P 500 já acumulou ganhos de 29% neste ano. 

Na China, a taxa de referência que os bancos cobram um dos outros mostrou estabilidade em torno de 5,09%, ante 5,33% na véspera, o que trouxe mais alívio aos investidores que buscam liquidez no mercado. 

Já o índice japonês Nikkei teve a sua oitava alta seguida, com leves ganhos de 0,03%, em meio à valorização do dólar frente o iene superando o maior nível desde outubro de 2008 e ajudando as ações de exportadoras. Além disso, as ações do setor bancário também ajudaram a fazer com que o índice fechasse no azul. 

Enquanto isso, na Europa, após ficarem fechadas na quarta e quinta-feira, as bolsas registram alta, em um dia de agenda econômica fraca. Por lá, a atenção se volta para as ações do setor de consumo, uma vez que estes dias marcam maiores compras de consumidores. Além disso, chama a atenção os dados de preços ao produtor na França, que cresceu 0,5% em novembro na comparação com outubro. 

 

Contato