Em mercados / acoes-e-indices

Petrobras diz que estratégia em Libra é confidencial; Eike tenta vender AUX

Também em destaque, está a redução da participação da BNDESPar na Suzano; Emerging Markets eleva participação na IdeiasNet

plataforma - petróleo - Petrobras - Chevron - Exxon 2
(Getty Images)

SÃO PAULO -  A última sessão foi de forte alta para o Ibovespa, que teve valorização de 1,50%, guiado principalmente pela forte valorização de 47,83% das ações da OGX Petróleo (OGXP3), que está próxima de receber um aporte de cerca de US$ 200 milhões. Nesta quarta-feira (16), além da empresa de Eike Batista, outras empresas de grande destaque estão no radar.

Em comunicado, a Petrobras (PETR3;PETR4) prestou esclarecimentos ao mercado sobre notícias de um possível acordo com estatais chinesas para o pagamento do valor que cabe à Petrobras no bônus de assinatura do bloco de Libra no leilão do pré-sal.

Segundo a petrolífera, a estratégia de participação no leilão de Libra configura informação confidencial de caráter estratégico. De acordo com sua política, a companhia não comenta rumores ou especulações da mídia.

"Após a conclusão do leilão, previsto para ocorrer no dia 21 de outubro de 2013, a Petrobras comunicará tempestivamente ao mercado o resultado de sua participação, em cumprimento à legislação vigente", destacou a empresa.

Eike tenta negociar venda da AUX
De acordo com fontes ouvidas pela agência de notícias Dow Jones, o empresário Eike Batista estaria em conversas preliminares para vender sua companhia de mineração de ouro AUX. A ideia seria se livrar de alguns ativos para salvar a OGX Petróleo e a OSX Brasil (OSXB3). Dentre os interessados, estaria o fundo soberano de Mubadala. 

BNDESPar reduz fatia na Suzano
A Suzano (SUZB5) informou que a BNDESPar, braço de participação do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) reduziu a sua fatia na empresa de 26,94% para 21,64% dos papéis classe A. Desta forma, a BNDESPar passou a titularizar cerca de 159 milhões de ações. A alienação foi feita no período entre 1 de julho e 14 de outubro de 2013. 

CSHG aliena participação na Santos Brasil
O Credit Suisse Hedging Griffo informou que alienou participação nos papéis da Santos Brasil (STBP11) para 4,32% dos ativos preferenciais, correspondente ao total de 9,138 milhões de ações desta classe e 1,72% do capital social.

Emerging Markets aumenta participação na IdeiasNet
A IdeiasNet (IDNT3) informou ter recebido correspondência da Ágora Corretora, responsável legal pelo investidor não residente Emerging Markets, que aumentou a sua participação na companhia em 4 de outubro para 5,523% do total das ações da companhia. O Emerging Markets informa ter adquirido as referidas ações em virtude do potencial de valorização dos papéis no longo prazo.

Na mesma data, o grupo EBX, de Eike Batista, informou ter realizado em leilão especial 18,084 milhões de ações da companhia das quais eram proprietários, deixando assim de ser acionista da companhiam, que correspondia a 14,77% do capital da empresa. 

Vale ressaltar que, no último dia 9, a Opus anunciou que elevou a sua participação na companhia de 10% para 16,4% tornando-se a principal acionista da empresa. Foram adquiridos no leilão aproximadamente 14 milhões de papéis.

Brookfield: BRB Participações recebe aumento de capital
A Brookfield Incorporações recebeu da controladora Brookfield (BISA3) correspondência informando que em razão de uma reorganização societária interna, a BRB Participações realizou um aumento de capital na BRB Participações mediante a contribuição das 224,34 milhões de ações ON, representando 38,95% do capital votante e total da companhia.  

 

Contato