Em mercados / acoes-e-indices

Eike tenta sacar US$ 100 mi do BTG, mas é brecado por Esteves, diz coluna da Veja

Operação teria sido aconselhada por Patrícia Coelho, ex-Opportunity, e sem conhecimento de Ricardo K, recém-contratado para reestruturar grupo do empresário

Eike de macacão e capacete
(Ricardo Moraes/Reuters)

SÃO PAULO - Em meio à derrocada do império "X", o empresário Eike Batista teria mandado sacar US$ 100 milhões do BTG Pactual, banco contratado no início do ano para reestruturar suas empresas, segundo a coluna Radar, da Veja. O problema foi que o dono do banco, André Esteves, brecou pessoalmente a retirada. 

De acordo com a publicação, Eike acabou desistindo da operação, que estava sendo feito sem conhecimento de Ricardo K , o recém-contratado reestruturador do grupo. O dinheiro seria usado para um investimento. 

A operação teria sido aconselhada por Patrícia Coelho, uma advogada que Eike passou a apresentar como sua consultora. Patrícia é ex-Opportunity e atualmente sócia de uma empresa de navegação chamada Asgaard. 

 

Contato