Em mercados / acoes-e-indices

Ibovespa cai pelo 2º dia seguido, com dívida dos EUA e queda de telecons

Impasse político sobre teto da dívida norte-americana mantém clima de cautela no mercado; Oi e TIM caem mais de 5% após forte alta na véspera

painel com cotações
(Divulgação)

SÃO PAULO - O Ibovespa conheceu nesta quarta-feira (25) sua segunda queda consecutiva, ao fechar com variação negativa de 0,31%, a 54.261 pontos. Apesar do novo recuo, o principal índice de ações da bolsa brasileira ainda acumula alta de 8,5% em setembro. No cenário internacional, as tensões frente à disputa política em torno da aprovação da elevação do teto da dívida nos Estados Unidos se sobrepuseram aos indicadores positivos vistos no setor imobiliário do país, bem como no índice de confiança do consumidor alemão. O volume financeiro negociado na Bovespa ficou em R$ 5,48 bilhões, bem abaixo da média dos últimos 21 pregões (R$ 7,40 bilhões).

Na ponta positiva desta sessão, destacaram-se empresas beneficiadas com a alta de do dólar, que subiu 1,3%, nesta quarta, fechando a R$ 2,2296. Com isso, a fabricante de aeronaves Embraer (EMBR3) viu suas ações fecharem com alta de 2,90%, a R$ 18,48. A empresa de alimentos Marfrig (MRFG3) e as produtoras de commodities metálicas Usiminas (USIM3, USIM5) e Vale (VALE3, VALE5) também ganharam forças com a apreciação da moeda norte-americana.

No entanto, o movimento destes papéis acabou sendo ofuscado pela forte queda das empresas do setor de telecomunicações. É o caso da Oi (OIBR4, R$ 4,70, -8,74%OIBR3, R$ 4,97, -7,96%) e da TIM Participações (TIMP3, R$ 10,51, -5,14%), que caíram mais de 5%. Na última terça, a TIM teve a maior alta do Ibovespa (+9,59%após a espanhola Telefónica anunciar que elevará a participação na Telecom Italia, controladora da empresa. As informações sobre o negócio, principalmente em relação ao cenário nacional, que envolve a Vivo, controlada pela Telefónica, e a TIM, ainda não foram detalhadas. Com isso, ainda não há definição sobre o que irá ocorrer com as duas operadoras, já que, de acordo com a lei do País, uma empresa não pode controlar duas companhias que atuam em telefonia móvel.

As maiores baixas, dentre as ações que compõem o Índice Bovespa, foram:

 Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1
 OIBR4 OI PN 4,70 -8,74 -38,23 83,09M
 OIBR3 OI ON 4,97 -7,96 -41,35 10,22M
 TIMP3 TIM PART S/A ON 10,51 -5,14 +33,08 174,18M
 BRML3 BR MALLS PAR ON 20,53 -3,39 -22,47 57,72M
 OGXP3 OGX PETROLEO ON 0,37 -2,63 -91,55 46,26M


As maiores altas, dentre os papéis que compõem o Índice Bovespa, foram:

 Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1
 EMBR3 EMBRAER ON EJ 18,48 +2,90 +28,74 37,39M
 ENBR3 ENERGIAS BR ON 11,90 +2,50 -4,72 19,59M
 BISA3 BROOKFIELD ON 1,69 +2,42 -50,58 27,68M
 MRFG3 MARFRIG ON 6,14 +2,16 -27,59 7,99M
 BTOW3 B2W DIGITAL ON 14,99 +1,97 -11,82 9,06M

As ações mais negociadas, dentre as que compõem o índice Bovespa, foram:

 Código Ativo Cot R$ Var % Vol1 Vol 30d1 Neg 
 VALE5 VALE PNA 32,61 +1,05 377,77M 661,09M 16.771 
 PETR4 PETROBRAS PN 18,80 +0,16 317,63M 500,20M 17.248 
 ITUB4 ITAUUNIBANCO PN 31,51 +0,10 278,90M 314,83M 15.932 
 BBAS3 BRASIL ON 25,75 -0,73 204,76M 172,07M 13.190 
 TIMP3 TIM PART S/A ON 10,51 -5,14 174,18M 73,25M 22.912 
 BBDC4 BRADESCO PN 30,90 +0,49 144,48M 217,39M 12.093 
 BRFS3 BRF SA ON 55,84 -0,85 123,42M 111,49M 8.118 
 VALE3 VALE ON 35,75 +0,85 121,01M 155,32M 11.948 
 PETR3 PETROBRAS ON 17,37 -0,17 111,43M 171,78M 11.603 
 KROT3 KROTON ON 32,15 -0,46 101,75M 110,57M 7.741 

* - Lote de mil ações
1 - Em reais (K - Mil | M - Milhão | B - Bilhão)
 

Indicadores nos EUA e Europa
Nos Estados Unidos, as tensões sobre a disputa política da aprovação da elevação do teto da dívida pública - hoje, em US$ 16,7 trilhões - continuam trazendo apreensão aos investidores. A agência de classificação de risco Moody’s alertou que, caso o problema do limite da dívida do país não seja ampliado, pode rebaixar o rating do país, o que provavelmente causaria pânico nos mercados.

A expectativa diante do que ocorrerá acabou ofuscando bons indicadores econômicos divulgados por lá. É o caso das vendas de novas casas em setembro, que elevaram no ritmo mais rápido desde janeiro, com alta de 7,9%, para taxa anual de 421 mil, ante expectativa de 415 mil. Apesar do avanço, o alto preço das hipotecas no país deve diminuir o ritmo de crescimento do setor nos próximos meses, aponta analistas.

Na Europa, o índice de confiança do consumidor alemão atingiu seu maior nível em 6 anos, marcando 7,1 em outubro – em agosto, o indicador ficou em 7,0. Ainda na Alemanha, o partido conservador, que viu sua candidata Angela Merkel reeleita no último domingo (22), confirmou que buscará coalizão com o Social Democratic Party, seu rival.

Inflação no Brasil
Por aqui, o IPC (Índice de Preços ao Consumidor) acelerou 0,20% na 3ª quadrissemana de setembro, ante alta de 0,16% no período anterior. Segundo a Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), os preços de habitação pressionaram o índice, com alta de 0,38%, ante recuo de 0,31% dos preços de alimentação.

 

Contato