Em mercados / acoes-e-indices

Embraer, Usiminas e mais 4 empresas divulgam resultados do 2º trimestre

Embraer registra prejuízo de R$ 10 milhões ante expectativa de lucro, enquanto Usiminas divulga números melhores que o esperado

Usiminas CSN Gerdau Siderurgia Aço Siderúrgica Indústria Steel
(Reuters)

SÃO PAULO - A temporada de resultados se intensifica na BM&FBovespa, com diversas empresas, de blue chips até small caps divulgando os seus balanços do segundo trimestre. 

Com alta do dólar, lucro deve ser deixado de lado neste 2º trimestre

Em destaque, está a fabricante de aeronaves Embraer (EMBR3) fechou o segundo trimestre com um inesperado prejuízo, por conta do efeito do dólar mais alto sobre ativos não monetários, como estoques, e de menores entregas de jatos comerciais.

A terceira maior fabricante de aviões comerciais do mundo teve prejuízo líquido de R$ 9,9 milhões no segundo trimestre, ante lucro líquido de R$ 124 milhões no mesmo período de 2012, de acordo com dados divulgados na última quinta-feira.

A prévia da Reuters com a média de sete analistas apontava para lucro de US$ 88 milhões  no período, equivalente a  R$ 197 milhões pela cotação de fechamento desta quinta-feira (US$1=R$2,23950).

Segundo a Embraer, o resultado líquido foi impactado pela valorização de aproximadamente 10% do dólar em relação ao real no trimestre sobre ativos não monetários, como estoques e imobilizado, o que aumentou os impostos diferidos, mas sem o desembolso de caixa. Excluindo esse impacto, o lucro líquido ajustado teria sido de R$ 192 milhões, disse a empresa. 

Tais impostos somaram R$ 201,9 milhões no segundo trimestre, ante R$ 187,9 milhões um ano antes.

Ao mesmo tempo, menores entregas de aviões comerciais, que proporcionam maiores margens, pesaram sobre a receita líquida, que caiu 4,15% na comparação com o segundo trimestre de 2012, a R$ 3,24 bilhões. 

Usiminas: números melhores do que o esperado
A Usiminas (USIM3;USIM5) encerrou o segundo trimestre com prejuízo líquido de R$ 22 milhões, menor do que o resultado negativo de R$ 87 milhões sofrido um ano antes, informou a companhia em balanço nesta sexta-feira.

A companhia, maior produtora de aços planos do Brasil, teve Ebitda ajustado de R$ 441 milhões, crescimento de 90,1% na comparação anual. A margem no período passou de 7,2% para 13,6%. 

A Usiminas teve prejuízo líquido trimestral, o sexto consecutivo, abaixo da menor das estimativas de resultado negativo esperadas por seis analistas em pesquisa da Reuters, que iam de R$ 31 a R$ 402 milhões de reais. Um ano antes, a empresa havia registrado prejuízo de R$ 87 milhões. A perda também foi menor que o resultado negativo de R$ 123 milhões dos três primeiros meses deste ano.

Santos Brasil soma lucro de R$ 55,8 mi
A Santos Brasil (STBP11) registrou lucro líquido de R$ 55,8 milhões no segundo trimestre, queda de 7,3 por cento na comparação anual, informou nesta quinta-feira a companhia de logística e terminais portuários.

Segundo a empresa, o resultado sofreu o impacto de menores margens registradas nos segmentos operacionais em que atua, bem como da redução de 40,7% do resultado financeiro, que ficou em R$ 11,8 milhões, ante o segundo trimestre de 2012.

A receita líquida entre abril e junho foi de R$ 332,5 milhões, avanço de 4,4%  ante os 318,5 milhões de reais um ano antes.

O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) caiu 7,6% ano a ano, a R$ 132,8 milhões. 

Receita da Grendene avança 21,4%
A Grendene (GRND3) viu seu lucro registrar alta de 11,2% no segundo trimestre, na comparação com o mesmo período do ano anterior, somando R$ 66,2 milhões.

Enquanto isso, a receita líquida da companhia, na mesma base de comparação, registrou avanço de 21,4%, para R$ 401,1 milhões. O desempenho financeiro da Grendene, por sua vez, teve piora, levando à queda da margem líquida: a companhia teve uma receita financeira líquida de R$ 19,1 milhões, queda de 48% na comparação com o segundo trimestre de 2012.

"O consumo de calçados no Brasil não parece ter dado sinais de recuperação neste primeiro semestre de 2013, pelo contrário, a economia tem se deteriorado e o mercado continua cada vez mais disputado. Entretanto, a Grendene tem demonstrado grande capacidade de competição, tanto no mercado interno quanto no mercado internacional, ganhando market share e melhorando suas margens mesmo em períodos de queda de consumo", afirmou a companhia no release de resultados.

Embratel: lucro de R$ 131,3 milhões
A Embratel (EBTP3) fechou o segundo trimestre com lucro de R$ 131,3 milhões, registrando alta de 11% na comparação com o mesmo período de 2012. Enquanto isso, a receita líquida registrou avanço para R$ 5,2 bilhões, alta de 10,3%.

Já o Ebitda somou R$ 1,37 bilhão, um crescimento de 12,1%, ou R$ 148 milhões, na comparação com o mesmo período de 2012. 

Net soma lucro 41,9% maior 
Já a Net (NETC3) , que é controlada indiretamente pela Embratel, somou um lucro líquido 41,9% maior na comparação com o segundo trimestre do ano anterior, para R$ 42 milhões. Já as receitas da companhia tiveram crescimento de 23%, totalizando R$ 2,37 bilhões, enquanto as despesas operacionais registraram ganhos de 15,4%. 

O Ebitda, por sua vez, registrou alta de 18,8%, somando R$ 612,7 milhões. Já a margem Ebitda teve queda, de 0,9 ponto percentual, para 25,9%. 

(Com Reuters)

 

Contato