Em mercados / acoes-e-indices

Após subir 0,5%, Ibovespa opera volátil no fechamento do 1º trimestre

Índice buscava 3º pregão seguido de alta, com investidores de olho no fim da temporada de balanços; PIB dos EUA cresce mais do que o esperado

ações - bolsa - Bovespa - cotações - mercado financeiro
(Getty Images)

SÃO PAULO - Após um começo de pregão positivo, o Ibovespa perde forças e caminha bem próximo da estabilidade na manhã desta quinta-feira (28), distanciando a possibilidade de três dias seguidos de altas. Às 11h20 (horário de Brasília), o índice mostrava leve queda de 0,01%, indo aos 56.027 pontos, após ter chegado a subir 0,46% na máxima do dia e cair 0,29% na sua mínima.

Por aqui, a safra de balanços tem como destaque o prejuízo líquido de R$ 6,88 bilhões registrado pela Eletrobras (ELET3; +5,28%; R$ 6,58; ELET6; +8,51%; R$ 11,86) em 2012 (Para conferir mais resultados, clique aqui).Também contribuindo para o movimento ascedente do Ibovespa, aparecem as ações da Gol (GOLL4, R$ 12,01, +2,21%) e da OGX Petróleo (OGXP3, R$ 2,46, +2,93%), sendo esta última a empresa com a 3ª maior participação na composição do Ibovespa.

Contrabalanceando o índice, aparece na outra ponta a Marfrig (MRFG3), cujo prejuízo aumentou para R$ 284,2 milhões no quarto trimestre. As ações caem 7,98%, a R$ 8,19. Ademais, as blue chips Petrobras (PETR3, -0,89%, R$ 16,75; PETR4, -0,27%, R$ 18,37) e Vale (VALE3, -1,31%, R$ 34,67;(VALE5, -1,10%, R$ 33,26), que juntas correspondem por aproximadamente 21% da composição do Ibovespa, também operam no vermelho.

Relatório do BC indica maior inflação
O Banco Central divulgou nesta manhã seu relatório trimestral de inflação, indicando que acompanhará a evolução do cenário até sua próxima reunião para decidir os próximos passos da política monetária brasileira. 

No relatório, o BC indicou que o PIB brasileiro deve crescer 3,1% em 2013 e piorou sua perspectiva para a inflação. O IPCA (Índice de Preços ao Consumidor - Amplo) deve atingir 5,7% no ano e 5,3% em 2014, ante estimativa anterior de 4,8% para 2013 e 4,9% para o próximo ano.

PIB dos EUA supera projeções
A terceira prévia do PIB (Produto Interno Bruto) dos Estados Unidos referente ao quarto trimestre de 2012 apontou que a economia teve avanço de 0,4% em bases anuais, ficando acima das projeções dos analistas, que esperavam uma expansão de 0,3% na atividade econômica, ante avanço de 0,1% registrado na segunda prévia.

Já o Initial Claims, que aponta o número de pedidos de auxílio-desemprego, veio pior do que o esperado por analistas. Na semana finalizada em 23 de março, foram observadas 357 mil novas solicitações no país, contra expectativa de 338 mil e 341 mil pedidos registrados na semana anterior.

Mais tarde, às 10h45, é a vez do sentimento do consumidor indicado pela Universidade de Michigan, que deve apontar estabilidade em relação ao mês anterior, quando registrou 56,8 pontos.

Alemanha e Chipre em foco na Europa
Na Europa, o foco se volta também ao Chipre, cujos bancos reabrem nesta quinta-feira, após quase duas semanas fechados, com fortes restrições. O governo teme que muitos correntistas corram aos caixas para retirar dinheiro e, com isso, a crise bancária se agrave.

Para evitar essa corrida, foram criadas regras emergenciais para limitar a quantia em saques após o país entrar em acordo com a União Europeia para receber um resgate de € 10 bilhões. O limite para saque será de € 300 por dia e transferências para bancos de outros países também serão controladas.

Ainda no Velho Continente, o mercado reflete a taxa de desemprego da Alemanha, que permaneceu em 6,9% em março, conforme previam analistas consultados pela agência Dow Jones. 

 

Contato