Em mercados / acoes-e-indices

Após início positivo, Ibovespa vira e tenta consolidar queda nesta manhã

Investidores seguem de olho na temporada de balanços corporativos e em eventos internacionais, como a crise na Grécia

ações-mercados-bolsa

*Atualizado às 10h43 (horário de Brasília)

SÃO PAULO - Depois de dois dias seguidos em queda, a bolsa brasileira abre o pregão desta sexta-feira (9) bastante volátil. Após esboçar uma reação positiva e chegar a subir 0,25% nos primeiros 20 minutos de negociação, o principal índice da bolsa brasileira virou a busca consolidar uma trajetória negativa. Às 10h42 (horário de Brasília), o benchmark recuava 0,68%, indo aos 57.134 pontos.

Importantes eventos internacionais, como a crise na Grécia e a transição de poder na China, e a temporada de balanços corporativos no Brasil ditam o rumo dos negócios. 

Na China, o Congresso do Partido Comunista continua, mas a previsão é de que novidades sobre a nova liderança do país só sejam anunciadas na próxima semana. Na agenda econômica, as vendas do varejo chinês cresceram 14,5% em outubro em relação a um ano antes; a produção industrial do país avançou 9,6% no mesmo período.

No continente europeu, as negociações sobre a liberação de uma nova parcela do pacote de resgate à Grécia continuam no radar. Na véspera, líderes europeus advertiram que o país ainda tem deveres a cumprir para receber o próximo lote de seu resgate financeiro e evitar o default.

Dados econômicos
Na agenda europeia, a produção industrial da França caiu 2,7% em setembro sobre agosto. Na Itália, o mesmo indicador apresentou contração de 1,5% em igual intervalo.

No mercado nacional, o IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado) recuou para 0,19% na primeira prévia de novembro. Já o emprego na indústria brasileira caiu 0,3% na passagem de agosto para setembro, na série sem influências sazonais. 

Nos EUA, o destaque fica com o índice de confiança do consumidor da Universidade de Michigan. Também está prevista a publicação de um relatório sobre os preços de bens importados e exportados no país. 

 

Contato