Números animaram

Ações da Uber (U1BE34) saltam mais de 20% em duas sessões com fluxo de caixa positivo pela primeira vez

O número de motoristas e entregadores em sua plataforma aumentou 31%, para um recorde histórico de quase 5 milhões

Por  Equipe InfoMoney

A Uber (U1BE34) anunciou na terça-feira um fluxo de caixa trimestral positivo pela primeira vez, enquanto projetou resultado operacional no terceiro trimestre acima das estimativas do mercado, com aposta de demanda sólida pelos seus serviços de transporte e entrega de alimentos.

As ações da Uber, que caíram mais de 40% em 2022, subiram 18,29% na véspera na sequência dos números e, nesta quarta-feira (3), avançam mais de 3% na Nasdaq, onde são listadas. Às 11h50 (horário de Brasília), os ativos subiam 3,44%, a US$ 30,25, acumulando ganhos de 23% em apenas duas sessões.

A Uber gerou fluxo de caixa livre de US$ 382 milhões no segundo trimestre, superando as expectativas dos analistas de US$ 263,2 milhões, já que as corridas ultrapassaram os níveis pré-pandemia, impulsionadas pela reabertura de escritórios e um aumento na demanda de viagens.

O número de motoristas e entregadores em sua plataforma aumentou 31%, para um recorde histórico de quase 5 milhões, aliviando preocupações dos efeitos do aumento dos preços da gasolina nas novas adições.

“Isso mesmo: mais pessoas estão ganhando no Uber hoje do que antes da pandemia”, disse o presidente-executivo da companhia, Dara Khosrowshahi. O crescimento em seus negócios de entrega de alimentos desacelerou, mas a Uber espera que o modelo se torne o padrão para os consumidores, à medida que a empresa continua a adicionar novos parceiros.

A receita do segmento de entregas aumentou 37% contra um ano antes, para US$ 2,69 bilhões, enquanto a do negócio de corridas subiu 120%, para US$ 3,55 bilhões no segundo trimestre. Analistas esperavam receita de US$ 2,58 bilhões em entrega e US$ 2,93 bilhões em transporte.

As reservas brutas, ou o valor total das reservas feitas em sua plataforma, aumentaram 33%, para US$ 29,1 bilhões.

O lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado da Uber no trimestre foi de US$ 364 milhões, superando as estimativas de US$ 257,89 milhões.

A empresa espera agora Ebitda ajustado entre US$ 440 milhões e US$ 470 milhões no terceiro trimestre, bem acima da estimativas de US$ 383,95 milhões, segundo dados compilados pelo IBES, da Refinitiv, com analistas.

A XP destaca ainda que a A Uber anunciou recentemente novas mudanças que podem ajudá-la a continuar a atrair e manter os motoristas. Eles poderão escolher as viagens que desejam, por exemplo, e poderão ver quanto ganharão antes de aceitar uma viagem. A empresa registrou 1,87 bilhão de viagens na plataforma durante o trimestre, um aumento de 9% em relação ao trimestre anterior e um aumento de 24% ano a ano.

Os consumidores ativos mensais atingiram 122 milhões, um aumento de 21% ano a ano. Motoristas e entregadores ganharam um total de US$ 10,8 bilhões durante o trimestre, um aumento de 37% ano a ano.

O Morgan Stanley, depois do resultado, reafirmou sua recomendação overweight (exposição acima da média do mercado) para os ativos, com preço-alvo de US$ 70 (upside de 139% frente o fechamento da véspera). Os analistas do banco elevaram as suas estimativas para o Ebitda de 2022 e 2023 em 8%, com os números impulsionados por eficiências operacionais essenciais.

“No trimestre, o valor de US$ 1,2 bilhão em gastos com marketing foi notavelmente menor do que esperávamos (em 22%), impulsionados por menores gastos com anúncios de marca e desempenho e um foco maior em maior retorno sobre o investimento (ROI), bem como um ambiente mais racional (competitivo). Vemos essas tendências como sinais de rentabilidade dos negócios e saúde da indústria”, avaliam os analistas.

(com Reuters)

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe