Forte queda

Ações da Tesla desabam mais de 10% após Elon Musk falar que papéis da montadora estão caros

O executivo já havia havia voltado aos holofotes após criticar as medidas de isolamento do governo americano para combater o novo coronavírus

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – As ações da Tesla desabaram mais de 10% nesta sexta-feira (1) após o próprio CEO da companhia, Elon Musk, afirmar no Twitter que os papéis da montadora de carros elétricos estão “muito altos”.

Na última quarta, o executivo já havia havia voltado aos holofotes após criticar as medidas de isolamento do governo americano para combater o novo coronavírus. Com as decisões de paralisação em todo o país, as fábricas da Tesla estão fechadas, gerando grandes prejuízos para a empresa.

PUBLICIDADE

Ainda nesta manhã, Musk fez outros tuítes, entre eles um pedindo para que as pessoas tivessem sua “liberdade de volta”, e também afirmou que está “vendendo quase todos os seus bens físicos”.

As ações fecharam esta sexta com queda de 10,30%, cotadas a US$ 701,32. Apesar disso, os papéis da montadora ainda acumulam ganhos de cerca de 200% no acumulado de 12 meses, sendo 35% apenas nos últimos 90 dias.

Nesta semana os papéis da Tesla já haviam subido forte após a empresa apresentar um resultado melhor que o esperado. Enquanto analistas projetavam um prejuízo de cerca de US$ 50 milhões, segundo a Bloomberg, a companhia teve lucro líquido de US$ 16 milhões no primeiro trimestre.

Foi a primeira vez que a montadora registrou um lucro nos três primeiros meses de um ano. Em 2019, no mesmo período, a empresa teve uma perda de US$ 702 milhões.

Tudo o que você precisa saber para lucrar na Bolsa de Valores operando da sua casa em um curso gratuito: clique aqui e participe!

PUBLICIDADE