Por que a pressa?

Acionista da BHG venderá 17,7% das ações uma semana antes de aprovação da OPA

Investidor fará leilão na segunda-feira (8) às 16h30 e venderá mais de 11 milhões de papéis ao preço de R$ 17,50, abaixo dos R$ 19,00 oferecidos pelo controlador para a OPA

SÃO PAULO – Um grande acionista da BHG (BHGR3) anunciou que fará na próxima segunda-feira (8) um leilão para vender 11,1 milhões de ações da companhia – o equivalente a 17,7% do capital da companhia. O “block trade” será feito ao preço de R$ 17,50 por cada papel, R$ 1,50 abaixo do valor oferecido em agosto pelo controlador da BHG para realizar uma OPA (Oferta Pública de Aquisição), que será aprovada pelos acionistas no próximo dia 19.

O leilão será feito entre 16h30 e 16h45. O anúncio foi feito por volta das 16h (horário de Brasília) desta quinta-feira (4) por meio de dois comunicados emitidos no plantão de notícias da BM&FBovespa. Desde então, as ações BHGR3 foram “congeladas” na Bovespa nos mesmos R$ 17,50 que o acionista venderá no leilão, com previsão de voltarem a ser negociadas apenas às 17h, no “call” de fechamento.

No primeiro comunicado, o acionista anuncia que pretende vender 4.136.500 ações – ou 6,57% do capital -, utilizando a corretora do JP Morgan como intermediador. Já o segundo comunicado informa a venda das outras 7.002.600 ações – ou 11,13% do capital – por meio do Morgan Stanley.

Por que não esperar a OPA?
Conforme comunicado de 11 de agosto, a BHG será alvo de uma OPA para saída do Novo Mercado, ao preço de R$ 19 por cada ação – o que na época representava um prêmio de 36,1% sobre o fechamento do papel -, valor este que ainda será corrigida pelo CDI até o dia da oferta. A operação será aprovada em assembleia pelos acionistas em 19 de setembro.

No pregão seguinte ao anúncio, os ativos BHGR3 dispararam 23,57% e desde então operam na faixa entre R$ 17 e R$ 18 na Bovespa.

A oferta é destinada aos acionistas não controladores, logo, a Latin America Hotels – controlada pela GP Capital Partners IV, da GP Investments (GPIV33), e detentora de 29,51% das ações -, permanecerá com o seu investimento na BHG após a oferta. Na época, a JHL Capital Group , que possui cerca de 21,5% da ações da BHG, confirmou que irá vender por meio da oferta a totalidade de suas ações da companhia.

A companhia, considerada a terceira maior rede hoteleira do país, realizou sua oferta inicial de ações em 2007, quando movimentou R$ 945 milhões. Em 2013, a BHG fez uma oferta subsequente de ações em um total de R$ 378 milhões.