Facebook

Ação do Facebook despenca mais de 6% com fim do período de lock-up

A partir desta quinta-feira, 271,1 milhões de ações do Facebook são liberadas para venda, o que representa um acréscimo de 60% de papéis no mercado

SÃO PAULO – Esta quinta-feira (16) marca o 90º dia que o Facebook estreou na Nasdaq, em um dos IPOs (Initial Public Offerings, na sigla em inglês) mais comentados dos últimos tempos. Contudo, essa data também significa que os primeiros compradores das ações da empresa estão liberados para vendê-las. Ao todo, 271,1 milhões a mais poderão ser vendidas, o que representa um acréscimo de 60% no número de papéis disponíveis no mercado.

Essa liberação ocorre por causa do término do período de lock-up, que é quando determinados compradores ficam proibidos de vender seus papéis antes de um determinado tempo, que geralmente é de 180 dias, mas pode durar menos ou chegar a prazos de até um ano. Esse tipo de ação visa manter uma certa estabilidade no valor das ações nos primeiros meses após o IPO da empresa.

Uma maior quantidade de vendedores pode resultar uma queda ainda maior no preço dos papéis da rede social. E foi o que de fato aconteceu neste pregão: as ações do Facebook fecharam esta quinta com queda de 6,23%, valendo US$ 19,88. No seu pior momento durante o dia, esses ativos chegaram a valer US$ 19,69, sua menor cotação desde que estreou na bolsa norte-americana.

Com a queda desta sessão, a empresa de Mark Zuckerberg já perdeu 47,68% de valor de mercado.

Novos “compartihadores” das ações
Entre os investidores que poderão vender suas ações a partir de agora, estão: Accel Partners, Goldman Sachs, o CEO (Chief Executive Officer) da Zynga, Mark Pincus, membros do conselho do Facebook como James Breyer, Peter Thiel e Reid Hoffman, além da Microsoft Corp, uma das maiores parceiras da rede social.

Estão previstas mais 4 rodadas de liberações de vendas, que irão totalizar pouco mais de 1,6 bilhão de novas ações, sendo que a última etapa ocorre em 18 de maio de 2013, quando serão liberados 47,3 milhões de ativos.