Primeiro pregão na B3

Ação da Mater Dei (MATD3) fecha em queda de 3,67% em seu pregão de estreia na B3

A companhia, líder em MG em serviços hospitalares e oncológicos, levantou na última quarta cerca de R$ 1,4 bilhão em sua oferta pública inicial de ações

arrow_forwardMais sobre
Mater Dei (Foto: Divulgação)

A Mater Dei (MATD3) estrou na Bolsa nesta sexta-feira (16) em queda. Os ativos fecharam em baixa de 3,67%, a R$ 16,80. Na mínima do dia, os papéis chegaram a perder 6,25%, a R$ 16,35. O volume financeiro foi de R$ 146,3 milhões.

A companhia, líder em Minas Gerais em serviços hospitalares e oncológicos, levantou na última quarta-feira (14) cerca de R$ 1,4 bilhão em sua oferta pública inicial de ações (IPO), após aceitar um desconto de 20% sobre a faixa indicativa para a operação, de R$ 21,80. O preço da oferta foi de R$ 17,44 por ação.

A companhia vendeu 92,8 milhões de ações, sendo seu free float de 23%.

A rede de hospitais tem a intenção de usar os recursos arrecadados para investir na expansão inorgânica, comprando novos ativos em praças estratégicas, e para custear a construção de novos hospitais (em projetos greenfield).

Assim, com a oferta, a companhia, que pretende ser uma consolidadora do setor, se vê capitalizada para realizar sua expansão através de fusões e aquisições. Ela ainda conta com um amplo espaço para alavancagem para executar suas operações.

Quer entender o que é o mercado financeiro e como ele funciona? Assista à série gratuita Carreira no Mercado Financeiro e conheça o setor da economia que paga os melhores salários de 2021.