IPO amargo

Ação da dona do Candy Crush despenca 15% em sua estreia na bolsa de Nova York

Pior IPO do ano em Wall Street, King Digital viu seus papéis irem de US$ 22,50 para US$ 19,00

SÃO PAULO – A King Digital Entertainment, empresa britânica criadora do popular jogo Candy Crush, estreou na bolsa de Nova York nesta quarta-feira (26) e levou o “prêmio” de pior estreante do ano em Wall Street. Os papéis da companhia despencaram 15,5%, fechando a US$ 19,00.

A companhia foi avaliada em US$ 7,1 bilhões no IPO, o que permitiu que ela emitisse 22,2 milhões de ações, ao valor de US$ 22,50 cada. A King ainda poderá realizar uma emissão suplementar de até 3,33 milhões de novos ativos.

Analistas têm questionado se a King poderá dar continuidade ao seu forte crescimento e evitar o mesmo destino de outras produtoras de jogos para redes sociais, como a Zynga e Rovio, cujo sucesso dependia praticamente de um único título. 

Criada em 2002, a King ganhou destaque no último ano com o sucesso de Candy Crush, o que levou a companhia a encerrar 2013 com um lucro de US$ 567,6 milhões, sendo que nos dois últimos anos ela conseguiu aumentar sua base de usuários em 97 milhões.