Propostas no radar

MAM Asset, de Tanure, faz proposta para adquirir até 24 milhões de ações da Alliar por R$ 19; papel sobe 5%

Caso a proposta atinja sua meta de 24 milhões de ações, o veículo deterá 47,6% do capital social,

arrow_forwardMais sobre

Na última sexta-feira, a MAM Asset Management, veículo de investimento de Nelson Tanure, apresentou uma proposta vinculativa aos controladores, para adquirir até 24 milhões de ações da Alliar (AALR3), no valor de R$ 19,00 por ação. Os papéis AALR3 fecharam a sessão com alta de 5,05%, a R$ 15,18, após chegarem a subir 9% na máxima do dia.

A MAM Asset Management já detém 27,35% da empresa, incluindo as ações recentemente adquiridas da Patria (21,14%).

Caso a proposta atinja sua meta de 24 milhões de ações, o veículo deterá 47,6% do capital social, sendo a maioria das ações abrangidas pelo Acordo de Acionistas (que representa 52% do total de ações).

O Itaú BBA comentou sobre a oferta vinculante destacando que, por mais que o preço da oferta vinculativa possa ser bem recebido pelo mercado e causar uma reação positiva, a complexidade de retomar um novo ciclo de crescimento para a empresa, aliada ao desafiador cenário top-down para o setor de diagnósticos, limita o otimismo sobre o case de investimento da Alliar, principalmente no longo prazo.

O Itaú BBA mantém avaliação market perform (desempenho em linha com a média do mercado) para ações da Alliar, e preço-alvo de R$ 15,00, frente à cotação de sexta-feira (22) de R$ 14,45.

A XP destaca que o anúncio deve impulsionar o preço das ações da Alliar no curto prazo, uma vez que um dos controladores parece enxergar um valor ao menos 31% maior nas ações do que aquele negociado no mercado. “Todavia, nossa visão para o segmento de medicina diagnóstica ainda é cautelosa, e portanto reiteramos nossa recomendação neutra para as ações da Alliar”, avaliam.

Curso inédito “Os 7 Segredos da Prosperidade” reúne ensinamentos de qualidade de vida e saúde financeira. Faça sua pré-inscrição gratuita.