Os Pregões que Fizeram História

A facada em Bolsonaro que foi decisiva para as eleições de 2018

Aconteceu por volta das três e meia da tarde em Brasília, e o Ibovespa imediatamente começou a subir, saltando dos 75.400 pontos para 76.533 pontos

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO — No dia 6 de setembro de 2018, o então candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro foi esfaqueado durante um evento de campanha em Juiz de Fora, Minas Gerais.

Aconteceu por volta das três e meia da tarde em Brasília, e o Ibovespa imediatamente começou a subir, saltando dos 75.400 pontos para 76.533 pontos. O índice fechou o dia em alta de 1,76%. Já o dólar caiu 0,94%, para R$ 4,10.

Aprenda a investir na bolsa

O autor do crime foi Adélio Bispo de Oliveira, que foi preso. Já Bolsonaro passou por cirurgia e teve que usar uma bolsa de colostomia.

Bolsonaro não era o candidato preferido do mercado, que simpatizava mais por Geraldo Alckmin, do PSDB. Mas Alckmin estava perdendo espaço nas pesquisas e Bolsonaro aparecia como uma opção para evitar o ingresso da esquerda no poder.

O receio do mercado era o comportamento imprevisível do candidato do PSL. Também estavam no páreo Ciro Gomes, do PDT, Fernando Haddad, do PT, e Marina Silva, da Rede.

A facada em Bolsonaro é o tema do nono episódio de Os Pregões que Fizeram História. É possível seguir e escutar o programa pelo SpotifyGoogle PodcastsSpreakerDeezerApple Podcats (iTunes)Castbox e Podchaser. Se preferir, faça o download do episódio clicando aqui.

“O grande receio era: o Bolsonaro irá para o segundo turno, mas vai perder para o PT. E a resposta do mercado, a melhora que teve no mercado naquele dia foi isso, que o Bolsonaro teria uma postura na qual ele se colocaria como vítima e ganharia votos com aquilo, e consequentemente ele ganharia muita força para o segundo turno”, disse Fabrício Taschetto, diretor de investimentos da ACE Capital.

“O fato de ele não ter participado dos debates por causa do atentado e ter deixado o Paulo Guedes falar no lugar dele, isso o ajudou a ganhar as eleições”, afirmou Louise Barsi, analista e economista do Ações que Garantem o Futuro. “Nós aproveitamos para acelerar um trade de compra das ações da Taurus Armas”, completou.

PUBLICIDADE

Em 28 de outubro de 2018, Bolsonaro venceu o candidato do PT, Fernando Haddad, no segundo turno das eleições. Ele se tornou o 38º presidente do Brasil com quase 58 milhões de votos válidos. Haddad teve 47 milhões.

O capitão reformado do exército era deputado federal desde 1991, e se elegeu com promessas de reformas liberais na economia e um discurso conservador, contrário à corrupção, ao PT e ao próprio sistema político.

No discurso da vitória, Bolsonaro afirmou que o novo governo seria um “defensor da constituição, da democracia e da liberdade”. Mas seus dois primeiros anos de governo foram marcados por denúncias de corrupção envolvendo membros de sua família e amigos, e por atos de censura à imprensa, segundo cientistas políticos.

Sobre o podcast

Os Pregões que Fizeram História é o podcast do InfoMoney que conta bastidores de dias emblemáticos para os mercados, seja por uma queda drástica ou por uma disparada, através da voz de quem estava lá — ou de quem entende muito do assunto. Ele vai ao ar toda semana, sempre às sextas-feiras.

O Plano Collor e o congelamento da poupança em 1990, a mudança para câmbio flutuante e a maxidesvalorização do real em 1999, o investment grade do Brasil em 2008, a crise do subprime naquele mesmo ano que colapsou os mercados do mundo inteiro, o Joesley Day e a delação dos irmãos Batista em 2017. Esses e muitos outros momentos marcantes para a Bolsa brasileira estarão na série.