Assembleia decisiva

30 de outubro: o dia D para a Klabin dar um grande passo de melhora de governança corporativa

Data marca a assembleia que votará a incorporação da Sogemar, empresa detentora do contrato de licenciamento para uso da marca da companhia

SÃO PAULO – A Klabin (KLBN11) deu mais um passo importante para a melhora da sua governança corporativa em uma saga que deve ter conclusão, com um final feliz, para a companhia no final de outubro.

A companhia de papel e celulose comunicou ao mercado na noite de ontem que foi aprovada a convocação de uma Assembleia Geral Extraordinária, a se realizar em 30 de outubro de 2020, a fim de deliberar sobre a incorporação da Sogemar pela empresa.

Vale destacar que, em julho, o conselho da companhia havia aprovado acordo que prevê a incorporação da Sogemar pela companhia por R$ 367 milhões, negócio que colocará fim aos royalties pagos pela empresa à família controladora da Klabin. A Sogemar pertence a membros da família Klabin e detém a marca Klabin e derivadas (ou seja, Klabin Boards, Klabin Carrier Board, Klabin Freeze Board, Klabin Liquid Board, Klabin Liquid Board, Klabin Rigid Board e Klabin X Rigid Board).

PUBLICIDADE

Conforme destaca o Bradesco BBI, se aprovada em 30 de outubro, a incorporação acabará por eliminar um obstáculo de longa duração na governança corporativa, muitas vezes questionado pelos investidores, que era o pagamento de royalties pelo uso da marca Klabin aos acionistas controladores calculado em cerca de 1,3% da receita líquida de divisões de papelão e papelão ondulado.

“Em nossa visão, o negócio gera valor para a Klabin. O valor de R$ 367 milhões atribuído à Sogemar representa um desconto de cerca de 65% no valor presente líquido estimado das saídas de caixa relacionadas aos contratos de royalties. Também representa um múltiplo de 5 vezes os royalties de 2021 (estimamos royalties de 2021 em R$ 70-75 milhões), versus o múltiplo de Valor da empresa (EV) sobre o Ebitda da Klabin de 9,1 vezes esperados para 2021”, apontam os analistas. O BBI possui recomendação outperform (desempenho acima da média do mercado) para as units.

Na mesma linha, a XP Investimentos ressalta que a negociação encaminha para um desfecho muito positivo para a companhia e que pode abrir espaço para uma eventual migração para o Novo Mercado, o mais alto nível de governança corporativa da B3.

Os analistas do banco possuem uma recomendação de compra para os ativos, destacando fatores como a exposição cambial e a perspectiva positiva para os preços de celulose no longo prazo com a normalização dos estoques, recuperação gradual das margens dos fabricantes de papel e pequena entrada de nova capacidade de celulose no mercado.

Um ponto a ser monitorado é de que um grupo de acionistas minoritários, à frente da BNDESPar (braço de participações do BNDES) é contrário aos termos definidos para a operação, tendo como um dos pontos de contestação o pagamento à Sogemar. Contudo, a expectativa é de aprovação dos termos.

Vale ressaltar que, na véspera, o Credit Suisse havia elevado o preço-alvo para Klabin de R$ 21,5 para R$ 26,5 por ação e manteve a recomendação neutra para a empresa. De acordo com o Credit, a ação está operando com o múltiplo de 9 vezes EV (Valor da empresa)/Ebitda em 2021, enquanto a média histórica é de 8 a 8,5 vezes. As ações já subiram 35% no ano, enquanto o Ibovespa cai mais de 13%.

PUBLICIDADE

O aumento do preço-alvo se deve principalmente aos menores custos de produção. Contudo, o banco está cauteloso sobre o papel porque os investimentos no projeto Puma II devem causar geração de fluxo de caixa livre negativa em 2021 e 2022, além de pressionar a alavancagem. Em relatório, o banco afirmou que incorporou os resultados do segundo trimestre a seu modelo e reduziu a previsão de capex em 8% em 2020 para R$ 4,8 bilhões.

Em conferência com o banco, a Klabin disse que a demanda por embalagens de alimentos aumentou durante a pandemia. A empresa também notou muitos entrantes no e-commerce, que depois estimularam a demanda por embalagens de papel.

A empresa acredita que parte desta demanda deve voltar ao normal, mas até certo ponto a pandemia deve resultar em mudanças estruturais positivas na demanda, principalmente no e-commerce. Além disso, a Klabin espera o início da operação de Puma II em junho ou julho de 2021. A previsão anterior era maio de 2021.

De acordo com o consenso Bloomberg, de 15 casas de análise que cobrem o papel, 9 recomendam compra, 5 recomendam manter o ativo e somente um recomenda venda.

Full Trader: série exclusiva mostra do que você precisa para se tornar um trader consistente na Bolsa. Clique aqui e garanta seu acesso gratuito