Julgamento

2ª Turma do STF decide manter Lula preso por 3 votos a 2

Ex-presidente seguirá na prisão até que seja apreciado o habeas corpus da defesa

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu por três votos a dois por manter o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na prisão até que seja julgado o habeas corpus que pede sua soltura. Para a defesa, o ex-juiz Sérgio Moro, responsável pela condenação de Lula, não é imparcial e isso deveria anular o julgamento da primeira instância. 

Votaram contra a liberdade do ex-presidente os ministros Luiz Edson Fachin, Cármen Lúcia e Celso de Mello. Já a favor de libertar o Lula votaram os ministros Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski. 

Não foi julgado hoje o mérito do habeas corpus, mas apenas a proposta de Gilmar Mendes de libertar Lula até que o caso fosse julgado em definitivo. Ou seja, não se deliberou hoje sobre Moro ser ou não suspeito para julgar o caso.  

PUBLICIDADE

Gilmar disse que precisa de mais tempo para analisar o processo do tríplex no Guarujá (SP), por isso pediu vista do mérito do caso principal.