Bolsa nas alturas

17 das 59 ações do Ibovespa estão na máxima do ano; veja a lista

Mesmo com o recente rali e o elevado número de papéis renovando máxima, analistas mantém percepção de que o mercado brasileiro está uma pechincha para os investidores

SÃO PAULO – Em meio a um ano com impeachment presidencial e atenção dos investidores globais voltada ao ambiente de juros baixos ao redor do mundo, o Ibovespa mostra uma forte disparada anual na casa dos 30%. Desde a votação no Senado que culminou no afastamento da presidente Dilma Rousseff e o ingresso de seu vice, Michel Temer, para um mandato interino — que hoje tende a ser confirmado no julgamento do processo do impeachment –, o benchmark do mercado acionário brasileiro acumulou ganhos superiores a 7%. Dentre as 59 ações que compõem o índice, cinco estão neste momento em suas máximas históricas. Outras dez ações da carteira também renovam máxima e estão no maior patamar neste ano.

Diversas ações fora do índice também chamam a atenção dos investidores. É o caso de Magazine Luiza (MGLU3), CVC (CVCB3) e Iguatemi (IGTA3), todas em suas máximas históricas. Outros papéis com liquidez e de destaque no mercado acionário local também renovam máxima neste momento. É o caso de Eletrobras (ELET3, no maior patamar desde 04/07/2011), Gol (GOLL4, 14/08/2015), Copasa (CSMG3, 23/07/2015), Estácio Participações (ESTC3, 25/06/2015), Cia. Hering (HGTX3, 23/01/2015), Light (LIGT3, 24/07/2015), Randon (RAPT4, 18/12/2014), Eletropaulo (ELPL4, 20/08/2015), Mills (MILS3, 13/10/2015), Via Varejo (VVAR11, 03/08/2015), Ser Educacional (SEER3, 18/05/2015), Anima Educação (ANIM3, 26/10/2015), Duratex (DTEX3, 04/09/2014), dentre muitas outras.

Em entrevista ao InfoMoney, o gestor de fundos de bolsa da XP Gestão, João Braga, disse ainda manter o otimismo com o mercado brasileiro mesmo com o recente rali e o número elevado de ações renovando máxima. Para ele, o Brasil ainda está uma pechincha para os investidores. “Continuo vendo a bolsa como uma grande oportunidade. O cenário externo colabora bastante, com juros baixos no exterior e recuperação de algumas commodities, como o petróleo, açúcar e o minério de ferro e o atual patamar do real”, explica o gestor.

A tabela abaixo mostra as ações dentro do Ibovespa que renovam máxima neste momento. Um dos destaques da lista é a Petrobras, cujos papéis apresentam boa recuperação. Em cinco meses, as ações da estatal deixaram de ser o “patinho feio” da Bolsa para serem uma das melhores apostas dos investidores. No último programa “Comprar ou vender” transmitido pela InfoMoneyTV, o analista Marco Saravalle, da Upside Investor, recomendou compra para o papel, mesmo com a recente valorização. “É a nossa compra do momento”, disse o especialista no setor de óleo e gás.

Empresa (ativo)PreçoVariação anualMáxima desde

BM&FBovespa (BVMF3)

R$ 20,3788,15%Máxima histórica
Equatorial Energia (EQTL3)R$ 50,4249,67%Máxima histórica
Lojas Renner (LREN3)R$ 26,5657,64%Máxima histórica
Multiplan (MULT3)R$ 63,1267,51%Máxima histórica
Santander Brasil (SANB11)R$ 19,5529,22%Máxima histórica
MRV Engenharia (MRVE3)R$ 12,3746,83%17/02/2012
Bradesco PN (BBDC4)R$ 28,8967,08%24/11/2014
Kroton (KROT3)R$ 15,8066,46%30/12/2014
Qualicorp (QUAL3)R$ 21,3559,62%02/03/2015
Telefônica Brasil (VIVT4)R$ 46,8536,00%

26/03/2015

Localiza (RENT3)R$ 36,9051,29%16/04/2015
BR Malls (BRML3)R$ 13,7761,27%27/04/2015
Itaúsa (ITSA4)R$ 8,3638,30%04/05/2015
Petrobras PN (PETR4)R$ 11,5572,39%17/07/2015
Copel (CPLE6)R$ 34,0346,22%04/08/2015
Cielo (CIEL3)R$ 35,7728,89%05/08/2015
Pão de Açúcar (PCAR4)R$ 56,7335,56%13/10/2015

Apesar do elevado número de ações renovando máxima, nem tudo são alegrias na Bolsa. Na ponta de baixo, três importantes papéis cavam buracos mais baixos e renovam mínimas. São elas Fibria (FIBR3, no menor patamar desde setembro de 2014), Embraer (EMBR3, dezembro de 2013) e Marfrig (MRFG3, agosto de 2015). Os três papéis sofrem com a desvalorização do dólar ante o real, devido à dependência de seus resultados às exportações. Quando a moeda americana encontra-se apreciada, os ganhos são maiores, e vice-versa. Para fazer esse e outros levantamentos e potencializar seus resultados na Bovespa, acesse a Carteira Avançada InfoMoney.