Em imcholdings

Ação da IMC sobe 8% após acordo de fusão com franqueada de Pizza Hut e KFC

Aquisição de marcas fortes é considerada positiva para a empresa, que terá uma operação mais sólida em shopping centers

IMC - Loja Frango Assado em Jaguariúna
(Divulgação)

SÃO PAULO - As ações da holding International Meal Company (IMC), dona das redes Frango Assado e Viena, dispararam nesta sexta-feira (26) depois da empresa assinar um acordo de fusão com a MultiQRS

Os papéis da IMC (MEAL3) fecharam em alta de 8,3% a R$ 9,48, enquanto que, na máxima do dia, os papéis saltaram 11,89%, a R$ 9,79. O volume financeiro também é bastante significativo, de R$ 19,5 milhões, mais de três vezes maior que a média das últimas 21 sessões, de R$ 4 milhões. 

A MultiQRS é detentora dos direitos de master-franquia da Pizza Hut e KFC no Brasil, com 11 lojas da primeira marca e 20 da segunda.

O anúncio foi considerado positivo para os investidores, que entendem que a operação é boa para a IMC, uma vez que a companhia ganhou marcas mais fortes para operar em shopping centers, por exemplo. 

O empresário Carlos Wizard e seus filhos Charles Martins e Lincoln Martins, donos da MultiQRS, receberão, em conjunto, 29.387.930 ações ordinárias da IMC, equivalente a 15% do total. 

Esse acordo ainda precisa ser aprovado em Assembleia Geral da IMC e, posteriormente, pelo Conselho Administrativo de Defesa da Concorrência (Cade).

Está prevista a ampliação do conselho de administração da IMC de seis para sete membros, acém da substituição de alguns membros atuais por representantes indicados pela família Wizard, pela KFC International e pela Pizza Hut International, ambas controladas pela Yum! Brands.

A família Wizard transferirá à Yum!, na data da efetivação da fusão, ações ordinárias de emissão da IMC de sua titularidade, já considerando o aumento de capital decorrente do acordo, equivalentes a 2,08% do total do capital social da IMC.

A combinação da IMC com os sistemas Pizza Hut e KFC, caso implementada, resultará em uma companhia com receita bruta em 2018 de mais de R$ 1,8 bilhão, ou aproximadamente R$ 2,3 bilhões, considerando o faturamento também de franqueados. 

A IMC estima que os custos e despesas para a efetivação da fusão serão de aproximadamente R$ 20 milhões.

Seja sócio das melhores empresas da Bolsa:abra uma conta na Clear com taxa ZERO para corretagem de ações

 

Contato