Em imcholdings

Sapore marca reuniões para esclarecer dúvidas e diminuir resistência dos acionistas da IMC

A Sapore, empresa de refeições coletivas, lançou no mês passado uma oferta para comprar 40% das ações da IMC na bolsa, depois de idas e vindas sobre a fusão das duas companhias

Frango Assado
(Divulgação/Frango Assado)

SÃO PAULO - A Sapore informou em comunicado no seu site que vai realizar reuniões com os acionistas da IMC Holdings (MEAL3), dona do Viena e do Frango Assado. A ideia é apresentar as suas informações financeiras de forma a esclarecer apontamentos feitos em diligência da própria IMC e dúvidas dos acionistas. As reuniões acontecem entre esta terça e quarta-feira.

A Sapore, empresa de refeições coletivas, lançou no mês passado uma oferta para comprar 40% das ações da IMC na bolsa, depois de idas e vindas sobre a fusão das duas companhias. No começo do ano, elas chegaram a acertar a união, mas a IMC desistiu do negócio na fase de auditoria de contas das companhias. 

Na semana passada, o conselho de administração da IMC recomendou aos acionistas que não aderissem à OPA (oferta pública de aquisição) de R$ 8,63 por ação, que está marcada para o próximo dia 19.

Assim, a intenção das reuniões é diminuir a resistência à união das duas companhias, após a Sapore lançar uma oferta para comprar 40% dos ativos MEAL3. 

Além das questões apontadas nas diligências, acionistas que representam 18% do capital social da IMC solicitaram assembleia, marcada para a próxima quinta-feira (13), para aprovar o mecanismo de proteção à dispersão acionária, conhecida como "poison pill". A proposta é de que um investidor que chegasse a 30% do capital da empresa teria que fazer uma oferta por toda a IMC. A Sapore comunicou que, caso a proposta seja aprovada, vai retirar a proposta de aquisição de 40% da IMC. 

Os eventos de esclarecimento aos acionistas da IMC serão realizados em um hotel em São Paulo com a presença dos diretores do Grupo Sapore e os seus assessores contábeis, financeiros e jurídicos que participaram dos processos de due diligence.

"O Grupo Sapore realizará tal apresentação em prol da transparência de forma a franquear aos acionistas da IMC a oportunidade de conhecerem melhor a Sapore, em que pese o Conselho de Administração da IMC não endossar tais medidas de transparência e divulgação de informações", afirmou no comunicado. Será exigido um termo de confidencialidade para que o investidor participe das reuniões. 

Seja sócio das maiores empresas da bolsa com TAXA ZERO de corretagem! Clique aqui e abra uma conta na Clear! 

 

 

Contato