Em gerdau

Gerdau tem lucro de R$ 373 milhões no 2º trimestre, queda de 46,5% e abaixo do esperado pelo mercado

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado ficou em R$ 1,572 bilhão, queda de 10,5% ante o observado no segundo trimestre do ano passado

Usiminas CSN Gerdau Siderurgia Aço Siderúrgica Indústria Steel
(Reuters)

A Gerdau (GGBR4) reportou um lucro líquido de R$ 373 milhões no segundo trimestre do ano, recuo de 46,5% ante o visto no mesmo período do ano anterior. Em relação ao primeiro trimestre do ano o lucro recuou 17,6%.

O lucro líquido reportado pela Gerdau veio 35% abaixo das estimativas de mercado. A média das projeções de sete instituições financeiras consultadas pelo Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, (BB-BI, BTG Pactual, Bradesco BBI, Itaú BBA, Morgan Stanley, Santander e XP Investimentos) apontava para um lucro de R$ 574 milhões.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado ficou em R$ 1,572 bilhão, queda de 10,5% ante o observado no segundo trimestre do ano passado. Em comparação com o trimestre imediatamente anterior, contudo, houve aumento de 1,3%. A margem Ebitda ajustada foi a 15,5% no período, ante 14,6% no mesmo intervalo de 2018.

O Ebitda ajustado no período veio em linha com as estimativas (R$ 1,557 bilhão), assim como a receita líquida de R$ 10,154 bilhões no intervalo de abril a junho, ante uma projeção de mercado de R$ 10,594 bilhões.

A queda do Ebitda, explica a companhia, ocorreu por conta da desconsolidação de ativos decorrente de desinvestimentos.

A receita líquida da siderúrgica gaúcha foi a R$ 10,154 bilhões no período analisado, recuo de 15,6%. Em relação aos três meses prévios houve um aumento de 1,3%.

Quer investir melhor o seu dinheiro? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos

 

Contato