Em franquias

Mulher semi-nua destrói McDonald's e causa demissão de funcionários; veja vídeo

Funcionários foram demitidos após postarem vídeo de mulher destruindo o restaurante

Mulher invade mcdonald's
(Reprodução/YouTube)

SÃO PAULO - Funcionários rede de fast-food McDonald’s da Flórida foram demitidos após postarem na internet um vídeo da câmera de segurança que flagrou a invasão de uma mulher com apenas a parte debaixo do biquíni.

Sandra Suarez, de 41 anos, foi detida por policiais no dia 24 de março ao invadir a loja vestida com apenas um fio dental e causar estragos nos equipamentos. Ela derrubou caixa registradora, desperdiçou produtos e até se serviu na máquina de sorvetes do McDonald’s - atos gravados pela câmera de segurança, informou o site MyFox.

Segundo os policiais ouvidos pelo site, Sandra surtou após um funcionário recusar-se a receber sexo oral no estacionamento da rede. Ela foi levada a um hospital e depois acusada de injúria e resistência à prisão. A mãe de Sandra justificou que a filha sofre de transtorno bipolar e que agora não se lembra de muita coisa.

As imagens foram parar na internet pelos funcionários que riam enquanto a mulher destruía o local. Segundo o dono da franquia, os envolvidos com a gravação e postagem do vídeo não tinham autorização para isso, o que justificou as demissões. Confira abaixo:

 

Contato