Em educacao / guias

Tempo livre: não fazer nada é um problema para você?

Para os extremamente ansiosos e atarefados no dia-a-dia, desligar nas horas de lazer se torna quase impossível, pela sensação de culpa por não produzir "nada"

SÃO PAULO - Que o estresse é cada vez mais comum na vida das pessoas, incluindo até as crianças, todo mundo já sabe. Agora, você já ouviu falar de quem se sinta estressado também por ter tempo livre?

Não fazer nada é problema
Para os extremamente ansiosos e atarefados, que têm suas agendas tomadas por compromissos, lidam com o trânsito e a pressão no trabalho durante a semana toda, desligar nas horas de lazer se torna um grande problema.

Isso porque acabam se sentindo culpados por não produzirem "nada" nos momentos livres, o que aumenta a ansiedade. Por isso, optam por construir uma agenda exaustiva também para os fins de semana.

O problema se torna ainda maior para os tecnoestressados, que utilizam os dias livres para adiantar tarefas do trabalho, resolver pendências ou vigiar o e-mail.

O tecnoestresse é o mal dos profissionais que não conseguem se desligar dos benefícios proporcionados pela tecnologia e ficam constantemente angustiados esperando o celular tocar, ansiosos para checar a caixa do correio eletrônico e trocam o sono por horas de navegação na Internet, segundo descreve a psicóloga Ana Maria Rossi, presidente do ISMA-BR (International Stress Management Association).

Ficar relaxado no sofá é algo que se torna uma missão impossível, que gera inquietação e profundo mal estar para os ansiosos de plantão, que procuram mil tarefas para preencher esse "vazio".

Hora de desligar
Para quem realmente desliga nos fins de semana, parece inacreditável que alguém passe pelo problema acima. Mas ele existe e chega devagar, sem que o profissional acelerado no dia-a-dia se dê conta do ritmo alucinado que já tomou como natural, de segunda a segunda.

Por isso, vale sempre a dica de utilizar o tempo livre para atividades de lazer, que reponham energias, dando-se também ao luxo de não fazer nada, tirando proveito do momento. E por que não? Afinal, ninguém é de ferro.

Os "Ds" do lazer
Aproveitar bem os momentos de lazer é um desafio constantemente discutido. O sociólogo francês Joffre Dumazedier (1915-2002) procurou definir, em três Ds, as funções do lazer: Descanso, Divertimento e Desenvolvimento de novas formas de aprendizagem.

E você, como tem utilizado seu tempo livre? Agüentar o ritmo agitado e corresponder à constante cobrança do mundo corporativo requer boa dose de criatividade e equilíbrio, recursos que podem ser fortalecidos justamente nos momentos de lazer. Aproveite!

 

Contato