Em educacao / guias

Turismo: como fazer seu bolso sobreviver às "comprinhas" de viagem

Em primeiro lugar, verifique quanto dinheiro há disponível para ser gasto e estipule limites para os membros da família

gastos com viagem - passaporte - moedas e notas - real - Brasil
(Getty Images)

SÃO PAULO - Viajar é bom e todo mundo gosta. Entretanto, muitas pessoas deixam de desfrutar desta delícia por acharem que o dinheiro não vai dar, ou que é preciso gastar muito para se divertir.

Porém, sabendo se programar e usar a verba disponível, qualquer um pode se esbaldar longe de casa. Para tanto, basta pensar tudo com antecedência: reservar hospedagem e passagens alguns meses antes, por exemplo, garante uma boa economia.

Além disso, é interessante juntar uma quantia razoável de dinheiro antes da viagem, para despesas com alimentação, presentes, passeios etc. Com isso, você evita novas dívidas com cartões de crédito e cheques pré-datados.

Não tenha medo das compras!
Para quem treme só de pensar nas compras realizadas nas viagens, as dicas a seguir podem ser valiosas! Em primeiro lugar, verifique quanto dinheiro há disponível para ser gasto e divida-o entre os membros da família, de acordo com a idade e necessidade.

Lembre-se que as crianças sempre querem comprar tudo o que vêem pela frente, por isso, a disciplina é fundamental. Informe a elas quanto têm disponível e não abra exceções, para que elas aprendam a valorizar o dinheiro. Aproveite também para ensinar-lhes o custo-benefício dos produtos.

Por fim, pense bem antes de comprar lembrancinhas e artigos caros, que podem nunca ser usados. Além disso, aproveite as liquidações e não se esqueça de pechinchar, pois muitos estabelecimentos tentam cobrar mais caro de turistas.

 

Contato