Em educacao / guias

Viagem internacional: saiba o que fazer em caso de imprevistos

Perda de documentos, extravio de bagagem ou até a necessidade de ir ao hospital. Previna-se dos problemas antes de sair de casa

SÃO PAULO - Férias de julho, dólar em baixa, verão europeu e norte-americano... tudo conspira para que você faça as malas e desembarque em outro país para um merecido descanso.

Mas antes de tomar a decisão de investir alguns dólares na tão sonhada viagem, é melhor se prevenir e conhecer quais medidas deve tomar, caso haja algum imprevisto durante a temporada no exterior. Afinal, problemas e férias não combinam, não é mesmo?

Documentação necessária
Não adianta simplesmente escolher um país por sua cultura, costumes ou apenas por curiosidade. Antes é necessário saber quais as leis de imigração que devem ser seguidas para a entrada naquele local. É isso mesmo, não basta reservar hotel e pagar guia turístico, se você não tiver permissão para entrar no país escolhido.

O passaporte é seu documento de identidade fora do país, com exceção dos países pertencentes ao Mercosul, onde basta apresentar a carteira de identidade nacional.

Na Europa, América Latina, Israel e África do Sul, por exemplo, o brasileiro que viaja a turismo não precisa de visto antecipado: basta passar por uma "entrevista" na entrada do país. No entanto, se o motivo da viagem for estudo ou trabalho, normalmente é necessária uma autorização prévia.

Na Austrália, Estados Unidos e na maioria dos países da África, é necessário providenciar o visto de entrada, não importa o motivo da sua viagem.

Segurança
Mesmo depois da entrada no país, mantenha a documentação sempre em local seguro, mas tenha sempre à mão uma cópia do passaporte caso seja necessário apresentá-la.

Na hipótese de perder os documentos, ou de ser roubado no exterior, faça um "boletim de ocorrência" numa delegacia local e procure o Consulado ou Embaixada Brasileira no país - basta acessar o site do Ministério das Relações Exteriores para consultar endereços e telefones.

Para estar prevenido, deixe uma cópia de todos os documentos, passagem, traveller-checks, carteira de motorista etc, com alguém de sua confiança no Brasil. No caso de uma eventualidade, essas cópias podem ser enviadas por fax e facilitarão a continuidade de suas férias e seu retorno ao Brasil.

Emergências
Ficar doente nunca é legal, ainda mais se você estiver de férias e longe de casa. No entanto, esteja preparado para tudo. Em alguns países, é possível utilizar os sistema público de saúde.

Você pode ainda usufruir da cobertura internacional do seu plano de saúde ou ainda do seguro de viagem do seu cartão de crédito.

Mas atenção: informe-se se o país para onde está indo não exige a apresentação de um seguro-viagem logo na entrada. Se for o caso, contrate esse seguro antes de embarcar, para não correr o risco de ser barrado na imigração.

Imprevistos
Se, depois de passar pela imigração, você se deparar com a terrível surpresa de não encontrar sua mala na esteira, procure o balcão da companhia aérea e reclame o ocorrido. Até que a empresa descubra o paradeiro de seus pertences, peça uma verba para suas necessidades imediatas.

Se a bagagem não for encontrada ou chegar apenas ao final da viagem, você pode pedir uma indenização.

Para diminuir transtorno e preocupação, evite colocar na mala itens essenciais ou de valor elevado. Mesmo assim, tenha à mão notas ficais de compra da mala e dos produtos mais valiosos, para que possa comprovar o valor da perda.

 

Contato