Em educacao / guias

Produção industrial: entenda a sua influência na economia

Aumento da produção, em geral, é o ponto de partida para um ciclo positivo que favorece o crescimento econômico

SÃO PAULO - Ao ouvir que a economia está crescendo, você logo se anima. Afinal, é provável que isso reflita positivamente na sua vida. Vários fatores podem contribuir para que a economia de um país cresça mais ou menos, e a produção industrial é um deles.

Para entender melhor a contribuição da produção industrial no crescimento da economia, é preciso lembrar que o crescimento de uma economia é avaliado pela variação do seu Produto Interno Bruto, ou PIB.

Tudo começa com o PIB
Mas, o que exatamente mede o PIB? Visto como sinônimo do tamanho da economia de um país, o PIB mede o total de bens e serviços produzidos em um determinado período de tempo em uma determinada região.

Assim, quando você ouve algum economista afirmar que espera que a economia brasileira cresça 4% no ano, o que ele está dizendo é que a soma do total de bens e serviços produzidos no País naquele ano deve ser 4% maior do que a soma do ano anterior.

Considerando que as indústrias são responsáveis pela produção dos bens de um país, não é difícil entender que, quanto maior for o volume de produção do setor, maior será a contribuição ao PIB e, conseqüentemente, ao crescimento da economia.

Transferindo ganhos
Além disso, o aumento da produção industrial pode ter efeitos benéficos sobre os salários dos trabalhadores do setor. Ou seja, os industriais podem optar por compartilhar seus ganhos com os funcionários, o que levaria a um aumento da renda destes trabalhadores.

Com mais dinheiro no bolso, esses trabalhadores saem às compras, o que é positivo para o crescimento da economia, pois, em geral, isso se traduz na contratação de mais serviços ou compra de bens. E, como o PIB é a soma disso, a economia cresce.

Ponto de partida
O crescimento da produção industrial é particularmente importante porque, em geral, sinaliza tendência positiva dos demais setores da economia (comércio e serviços). Já o crescimento das vendas do comércio nem sempre reflete em aumento das vendas da indústria, pois os comerciantes podem estar aproveitando para desovar antigos produtos.

Pode-se dizer, assim, que apesar da indústria estar perdendo espaço em termos de contribuição para o PIB, o aumento da sua produção é o ponto de partida para uma cadeia de eventos que, geralmente, tem impacto positivo sobre o crescimento da economia.

É importante notar, contudo, que a produção da indústria pode ser vendida no mercado externo (exportações) ou no mercado interno. Quando o aumento da produção industrial resulta de um crescimento das vendas internas, isso sugere que o comércio, que é o comprador natural da indústria, prevê crescimento das vendas e precisa repor seus estoques.

O aumento das vendas do comércio é importante, não só porque pode permitir um aumento da produção de bens, mas também porque sinaliza que as pessoas estão com mais dinheiro no bolso para gastar. Em geral, quando isso acontece, o setor serviços também é beneficiado, o que impulsiona ainda mais o crescimento da economia.

Abaixo do esperado
Se, apesar do crescimento da produção industrial, os economistas e o mercado financeiro como um todo tiverem uma reação apática à divulgação do indicador, isso possivelmente sinaliza que o indicador ficou abaixo do esperado.

Talvez você não esteja familiarizado com o conceito, mas os economistas buscam antecipar como um determinado indicador vai se comportar. Quando o resultado final fica abaixo do esperado pelos economistas (também conhecido como consenso de mercado), aumentam as chances da economia crescer menos, e vice-versa.

 

Contato