Em educacao / guias

Fundos de dividendos: boa alternativa para começar no mercado de ações

Para quem quer correr menores riscos no mercado de ações, fundos de dividendo surgem como alternativa

SÃO PAULO - A compra direta de ações não é única alternativa para o investidor que quer aplicar nas ações de empresas com bom histórico no pagamento de proventos, como dividendos ou juros sobre o capital próprio. Estão se tornando cada vez mais comuns os fundos de dividendos, o que representa uma alternativa interessante para quem quer explorar este segmento.

Os fundos de dividendos centralizam boa parte da composição de suas carteiras em ações de empresas com boas perspectivas de pagamentos de proventos. As ações geralmente são escolhidas por seu histórico recente e/ou pela expectativa de distribuição mais agressiva de benefícios aos seus acionistas.

Diversificação de carteira
Assim como a grande maioria dos fundos de investimento em ações, os fundos de dividendos permitem que o investidor obtenha um bom perfil de diversificação sem ter que aplicar uma grande quantidade de dinheiro. De fato, não é difícil identificar quais são as ações que pagam mais dividendos, mas o ideal é sempre montar uma carteira diversificada.

Assim, ao invés de concentrar os recursos em um ou dois papéis de empresas com boas perspectivas de dividendos, o investidor pode simultaneamente aplicar em diversas ações e se beneficiar do fato de que seu dinheiro está sendo administrado por um profissional do mercado, que é especializado no assunto e acompanha de perto o sobe e desce das bolsas!

Vale sempre lembrar que a diversificação é importante, porque uma carteira composta por diversas ações acaba reduzindo os riscos do investimento em ações, sem que isso tenha um impacto negativo sobre a rentabilidade. Afinal de contas, o velho ditado já dizia: "nunca ponha todos os seus ovos em uma cesta só".

Aplicação a partir de R$ 200
A popularização dos fundos de dividendos é evidenciada pelo fato de que grande parte dos maiores gestores de recursos já oferece esta alternativa de investimento a seus clientes. O maior fundo do segmento, considerando o patrimônio líquido investido, é o Itaú Ace Dividendos, com destaque também para o Safra Multi Dividendos e o BB Top Ações Dividendos.

Estes fundos variam bastante no que diz respeito às taxas de administração e volume mínimo de investimento, com opções para todos os gostos e bolsos, desde R$ 200 até R$ 50.000. Neste sentido, vale a pena consultar as diversas opções disponíveis e escolher a melhor combinação entre taxa e montante mínimo que se encaixa com o seu perfil.

Ao analisar a melhor alternativa, vale sempre a pena estudar com atenção a composição das carteiras, já que é ela que irá determinar tanto a rentabilidade como o risco que você corre quando investe neste tipo de investimento. Neste sentido, busque sempre investir através de gestores que prezem a transparência das informações, evitando "surpresas" desagradáveis.

 

Contato